Os deputados federais, Tiririca e Wilson Filho, juntamente com o senador Romário, participaram do 'Futebol Solidário' na noite da última sexta-feira, 20, no Estádio Almeidão, que fica em João Pessoa. O evento ocorre em todo o país e visa reunir políticos, atletas e artistas para uma partida de futebol solidária, onde o ingresso é 2 kg de alimento não perecível.

O evento foi um sucesso e os políticos e seus amigos conseguiram a doação de centenas de quilos de alimentos que foram doados para a Mesa Brasil, do Sesc, que, por sua vez, realizará a distribuição para famílias carentes da Paraíba. O evento também chamou a atenção para a criação de um novo hospital de reabilitação para atender as crianças que nasceram com microcefalia.

Publicidade
Publicidade

No dia seguinte, o trio teria ido comemorar em uma festa privada dada pelo deputado federal Wilson Filho no restaurante Caynon. Na ocasião, segundo jornais digitais da Paraíba, uma mulher que se encontrava em uma mesa do restaurante, se levantou e chamou os políticos de golpistas por terem votado a favor do impeachment de Dilma Rousseff.

Segundo os mesmos meios de comunicação que propagaram a notícia, a esquerdista que os abordou afirmou que a opinião dela era a mesma de milhões de pessoas. Não houve nenhuma confirmação sobre o ocorrido por parte dos políticos. Ainda assim, grande número de pessoas a favor do governo Dilma têm usado a internet para hostilizar os deputados e o senador. Nenhum deles fez qualquer declaração sobre o caso do final de semana ou das hostilizações via internet. 

Casos semelhantes

Desde a votação do impeachment na #Câmara dos Deputados, em 17 de abril, ocorreram outras situações em que políticos favoráveis a saída de Dilma foram hostilizados em público.

Publicidade

Logo na segunda-feira, 18, o deputado federal eleito pelo Ceará, Vitor Valim, foi hostilizado por duas mulheres no Aeroporto de Brasília. Elas o insultaram na praça de alimentação, o chamando de golpista e dizendo que o Ceará tinha vergonha do deputado pelo voto favorável ao impeachment.

Relembre o caso:

Dois dias após a votação, Tiririca foi para Fortaleza, sendo hostilizado em um aeroporto por uma eleitora petista inconformada com o voto do parlamentar.

Relembre:

#Manifestação #Congresso Nacional