Foi só começar a circular a notícia de que Waldir Maranhão, presidente interino da #Câmara dos Deputados, anulou a votação do #Impeachment de #Dilma Rousseff que sua página no Facebook se tornou alvo de xingamentos. O comunicado foi na manhã desta segunda-feira (09) e pegou o país inteiro de surpresa. Maranhão acatou um recurso da Advocacia Geral da União contra a decisão tomada pela Casa.

Assim que o comunicado foi divulgado, Maranhão começou a receber uma série de críticas em seu Facebook, de pessoas contrárias à decisão de anular o processo que visa afastar a presidente Dilma Rousseff.

"Paraíba burro", "lixo", "vagabundo", "mau caráter", foram apenas algumas das mensagens deixadas para o deputado, sendo que algumas traziam ameaças em tom mais agressivo.

Publicidade
Publicidade

Um homem chegou a desejar que Maranhão tenha uma doença grave e fique definhando até a morte com sua família.

Apesar das muitas ofensas, também podem ser encontradas mensagens de apoio ao presidente interino da Câmara dos Deputados. São pessoas que apoiam o governo de Dilma Rousseff e estavam tristes por verem que já era quase certo o impeachment da presidente que agora corre no Senado.

Apesar da notícia ter surpreendido a muitos, algumas pessoas já tinham percebido as intenções de Waldir Maranhão que no dia 6 de maio postou uma foto onde aparece uma urna eletrônica com a frase: "Na Democracia, o Governo é do povo, pelo povo e para o povo. Sou feliz por morar em um país democrático. E reafirmo minha busca para que cada escolha do povo brasileiro seja sempre respeitada".

Dilma comemorou juntamente com o PT, mas pediu que haja calma e muita cautela a todos.

Publicidade

Apesar do clima de euforia, a presidente sabe que há todo um processo a ser seguido para que o processo de impeachment seja definitivamente anulado.

Dilma estava anunciando a criação de mais 5 novas universidades quando recebeu a notícia, a respeito da decisão de Waldir Maranhão e avisou a todos que ainda não tinha recebido a notícia oficialmente, mas que todos já comentavam sobre a possível anulação do impeachment nas redes sociais e avisou: "Tenham cautela, vivemos uma conjuntura de manhas e artimanhas".