Roberto Trombeta e Rodrigo Morales confessaram na delação da operação Lava-Jato que no ano de 2012 a montadora do Grupo CAOA fez um pagamento no valor de R$ 300 mil a empresa "Gamecorp", na qual o filho do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, cujo nome é Fábio Luiz #Lula da Silva, conhecido como Lulinha e filho mais velho do ex-presidente, é dono.

Roberto e Rodrigo confessaram para os procuradores da República que eles foram responsáveis por abrir "offshores", que é um processo de abertura de empresa em paraíso fiscal, com o intuito de pagar menos impostos. Segundo os delatores, os pagamentos para a empresa de Lulinha foram feitos sem comprovante de execução e contratos, as notas fiscais foram enviadas para o departamento financeiro, com isso os procuradores querem descobrir se esse processo possa ter ocultado outros repasses financeiros.

Publicidade
Publicidade

A montadora CAOA disse que esses pagamentos foram em acréscimo a publicidade na TV, cuja empresa de Lulinha foi a responsável por esse projeto. 

A Gamecorp

A "Gamecorp" é a atual "PlayTV", uma sociedade com Fábio Luiz e com outros nomes que também estão sendo investigados na operação Lava-Jato, Jonas Suassuna, Fernando Bittar e os irmãos Khalil, esses mesmos sócios do filho do ex-presidente também são donos do sítio em Atibaia, São Paulo, conhecido como Sítio Santa Bárbara, o qual os investigadores da Lava-Jato tentam saber se o sítio pertence literalmente a Lula.

Com as investigações apontando Lula e sua família, os valores recebidos pela "Gamecorp" ajudarão os investigadores da Lava-Jato a descobrir novos indícios de #Corrupção e também poderá apurar outra investigação que é a operação "Zelotes" que tem como alvo o filho mais novo do ex-presidente Lula, Luiz Cláudio.

Publicidade

A operação "Zelotes" mostra pagamentos de propina no "Carf" (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

Luis Cláudio já era visto como alvo de investigações, pois a montadora CAOA foi patrocinadora de um evento de futebol americano no ano de 2012 e 2013, cuja empresa "Touchdown Promoções e Eventos Esportivos" é do filho mais novo de Lula.   #Lava Jato