A GloboNews, canal fechado da emissora da família Marinho, começou a transmitir a coletiva de imprensa realizada pelo deputado #Eduardo Cunha, do PMDB-RJ. Cunha foi afastado e vem sendo alvo de várias investigações, além e de muitas críticas.

Assim que o deputado começou a dar a entrevista, a transmissão na GloboNews foi iniciada, só que ele já foi logo detonando William Bonner e o Jornal Nacional, alegando que todo dia o apresentador do "JN" consegue alguma pessoa para criticá-lo. Cunha disse ainda acreditar que existe um revezamento. 

Imediatamente, a GloboNews cortou o sinal, e o telespectador não teve como continuar assistindo o pronunciamento do deputado, a não ser aqueles que foram buscar outras transmissões para saber tudo que ele tinha a dizer, inclusive contra Bonner.

Publicidade
Publicidade

A entrevista foi convocada para que o deputado pudesse expor sua defesa a todos. O que ninguém esperava, principalmente a Globo, é que ele já fosse começar detonando o apresentador do "Jornal Nacional", e o próprio telejornal. Cunha criticou a cobertura que os meios de comunicação estão dando ao caso, entretanto, ele fez questão de citar o programa jornalístico comandado pelo marido de Fátima Bernardes.

O telespectador da GloboNews não teve como acompanhar o peemedebista, que ainda criticou o JN por pedir notas faltando poucos minutos para as reportagens serem exibidas, o que dificulta para ele conseguir todas as informações necessárias, e que mesmo assim sua defesa corre atrás das informações e apresenta uma resposta, só que todo material apresentado acaba sendo resumido em uma única frase, quando as acusações contra ele ganham muito mais tempo.

Publicidade

E esse teria sido o motivo para realizar a coletiva de imprensa. Eduardo Cunha está cansado de ver o "Jornal Nacional" não lhe dar espaço para apresentar sua defesa, e a forma encontrada por ele para apresentar sua defesa aos brasileiros foi convocando toda a mídia para que assim suas justificativas pudessem ser divulgadas nas demais emissoras e nos grandes portais da internet. #Corrupção #Rede Globo