O futuro da presidente afastada #Dilma Rousseff ainda é incerto, no entanto muitos dos senadores votantes já divulgaram seus posicionamentos em relação  ao #Impeachment. Acompanhe, a seguir, o placar da votação histórica, que está sendo atualizada pelo Portal Estadão.

Saiba a seguir quais são os senadores da comissão do impeachment que são a favor do afastamento irrevogável da presidente, e quais são os senadores que são contra o afastamento e que desejam que Dilma volte a comandar o Brasil.

Senadores a favor do afastamento definitivo

Aloysio Nunes, Ataídes Oliveira, Aécio Neves, Cássio Cunha Lima, Dalirio Beber, Flexa Ribeiro, José Aníbal, Paulo Bauer, Ricardo Ferraço, Tasso Jereissati, Dário Berger, Eunício Oliveira, Garibaldi Alves Filho, Hélio José, Marta Suplicy, Romero Jucá, Rose de Freitas, Simone Tebet, Valdir Raupp, Waldemir Moka, Davi Alcolumbre, José Agripino, Ricardo Franco, Ronaldo Caido, Ana Amélia, Ciro Nogueira, Gladson Cameli, Cidinho Santos, Magno Malta, Vicentino Alves, José Medeiros, Sérgio Petecão, Alvaro Dias, Fernando Bezerra Coelho, Zeze Perrella, Lasier Martins, Reguffe e Eduardo Amorim.

Publicidade
Publicidade

Senadores contra o impeachment

Angela Portela, Fátima Bezerra, Gleisi Hoffmann, Humberto Costa, Jorge Viana, José Pimentel, Lindbergh Farias, Paulo Paim, Paulo Rocha, Regina Sousa, João Capiberibe, Lídice da Mata, Kátia Abreu, Roberto Requião, Armando Monteiro, Randolfe Rodrigues, Telmário Mota, Vanessa Grazziotin.

O placar atual é de 38 senadores a favor do impeachment, enquanto 18 são contra o afastamento definitivo de Dilma. Vale ressaltar que ainda há 6 indecisos, e que 19 não opinaram abertamente sobre seus respectivos votos. Ressaltando que, para o processo ser aprovado, são necessários que 54 senadores votem a favor do impeachment.

Entre os nomes mais famosos que ainda não emitiram sua opinião publicamente estão: Renan Calheiros, Romário e Fernando Collor de Mello.

Agora os brasileiros terão de esperar o placar final, para saber se Dilma deixará de vez o cargo, ou se ela retornará ao poder.

Publicidade

E você leitor, quer que Dilma seja definitivamente afastada, ou é contra o impeachment dela? Não esqueça de opinar nos comentários.