Tido como suposto candidato do PSC para competir nas eleições presidenciais de 2018, Jair Bolsonaro é odiado por uns, e amado por outros. 

A grande peculiaridade de Bolsonaro são suas opiniões contundentes sobre assuntos polêmicos. Ele abomina por exemplo, a união homossexual. inclusive em basicamente todos os seus discursos, ele sempre está a defender a família tradicional.

Mas será que Jair Bolsonaro tem chances de vencer as eleições de 2018, se efetivamente ele se candidatar? A seguir iremos considerar alguns aspectos sobre o assunto.

Jair Bolsonaro vai ser eleito em 2018?

Seria tolice se menosprezássemos o candidato Jair Bolsonaro, visto que a popularidade do mesmo aumenta consideravelmente.

Publicidade
Publicidade

Porém, verdade seja dita, há uma polarização política no país. Essa polarização conta com o PT e o PSDB.

É quase certo que um desses partidos sairá eleito em 2018, o povo brasileiro já se identificou com eles. Além disso, é difícil de imaginarmos que ele seja eleito por várias outras razões. A intolerância do mesmo com relação à comunidade LGBT joga contra ele.

O fato de falar na "lata" o que pensa, sem receios, também é um voto contra Bolsonaro. Em contrapartida, o conservadorismo é uma característica que agrada a muitos. Por exemplo, ele defende a família tradicional. Se para alguns isso é preconceito, para os conservadores trata-se de moralidade.

Jair Bolsonaro também defende a pena de morte. Se por um lado alguns acham isso um absurdo, por outro lado há milhões de brasileiros que são roubados todos os anos, e com certeza esses mesmos brasileiros apoiam essa ideia do Jair Bolsonaro.

Publicidade

Para concluir, podemos dizer que o candidato do PSC provavelmente não ganhará as eleições no ano de 2018, se de fato ele se candidatar. As suas ideias são bem radicais e na maioria das vezes são mal interpretadas por alguns indivíduos. 

Outro fator que conta muito, é a despreocupação política da sociedade brasileira. A maioria das pessoas não se preocupam em escolher os candidatos certos, eles se baseiam no que a mídia fala. E o curioso é que, na maioria das vezes, os mesmos  políticos investigados por corrupção hoje, são os que serão eleitos amanhã pelos eleitores incautos.

Afinal de contas, podemos chamar o Jair Bolsonaro de estuprador, de fascista, terrorista, enfim, só não temos a moral de chamá-lo de corrupto, visto que o mesmo é ficha limpa. #Lula #Dilma Rousseff #Crise no Brasil