Ultimamente os esquerdistas têm provado para todo o país que são especialistas em fazerem drama, criarem histórias esquizofrênicas e fazerem acusações sem provas. Lindbergh Farias, famoso por seu constante 'mimimi' durante sessões da Comissão Especial do Impeachment, foi o protagonista desse domingo, 12.

'Lind' queria tanto aparecer que conquistou milhares de críticas na internet. Tudo isso porque após o trágico atentado terrorista consumado em Orlando, na Flórida, o político fez uma publicação em sua página oficial do Facebook para dizer que Jair Bolsonaro e Donald Trump são cúmplices do massacre que ceifou 50 vidas, por segundo o petista, fazerem discurso de ódio.

Publicidade
Publicidade

O ataque do petista foi logo rebatido por pessoas que não viram relação entre os fatos e concluíram que até mesmo em meio à uma tragédia o senador consegue ser oportunista, conferindo para si próprio a atenção do momento.

Logo a publicação repercutiu na internet e quase 3 mil pessoas começaram a comentar o raciocínio sem noção de Farias. Páginas e grupos da direita também divulgaram o ato falho de Lindbergh.

O ataque ocorrido em Orlando foi contra uma boate gay, mas não foi incentivado por um político supostamente homofóbico, mas sim pelo grupo terrorista 'Estado Islâmico', o mesmo que Dilma defendeu um diálogo em 2014 e que petistas não condenam.

Em contrapartida, tanto Trump, quanto Bolsonaro, possuem posicionamentos contrários aos atos dos extremistas, repudiando os massacres realizados com frequência em nome de um fanatismo pelo mal e não por uma religião, como dizem, pois os próprios muçulmanos que não seguem o califado são mortos pelos jihadistas.

Publicidade

Lindbergh não se pronunciou sobre a besteira que fez. Da última vez que tentou 'ser esperto', criticou Temer pelos dados do desemprego no Brasil, mas esqueceu-se que os mesmos eram referentes ao primeiro trimestre de 2016, ou seja, quando Dilma ainda era a presidente do Brasil. Vendo a besteira que fez, apenas apagou a publicação, mas a internet já havia eternizado sua pérola.

Bolsonaro também não se pronunciou sobre a conduta do petista, mas se olhar para fatos de um passado não muito distante, não deve ser nenhuma novidade para o deputado federal que petistas tentem atacá-lo com mentiras e ódio, imputando à ele os atos cometidos ou criados pelos próprios esquerdistas.

E você, o que acha do oportunismo de Farias? Opine deixando o seu comentário abaixo dessa notícia. #Terrorismo #Estado Islâmico #Congresso Nacional