Alexandre de Moraes, ministro da Justiça, se reuniu ontem com o juiz federal Sérgio Moro e declarou total apoio à Operação #Lava Jato. Uma nova fase da Operação pode ser deflagrada durante os Jogos Olímpicos, e diante disso, o Ministério Público Federal pediu ao ministro da Justiça que o efetivo de policiais do Paraná não fossem todos deslocados para a segurança no Rio de Janeiro, pois a Lava Jato precisará desses policiais nos âmbitos da Operação. 

Essa nova fase da força-tarefa pode ter repercussão internacional pois os holofotes estarão todos voltados para o Brasil, devido às Olimpíadas. Para se ter uma ideia, são esperados 30 mil jornalistas do mundo todo, aproximadamente 13 mil atletas e a possibilidade de 700 mil turistas virem ao Brasil para prestigiarem o evento.

Publicidade
Publicidade

Moraes disse a Moro e aos representantes da Polícia Federal (PF) para ficarem tranquilos em relação ao deslocamento de policiais: "A prioridade é a Lava Jato", disse Moraes, durante os ajustes para a segurança das Olimpíadas no Rio. O ministro deixou claro que não haverá prejuízo de recursos humanos para a força-tarefa da Lava Jato.

Intimação

O juiz federal Sérgio Moro já tentou intimar a esposa do presidente afastado da Câmara dos Deputados, #Eduardo Cunha, duas vezes sem sucesso. Cláudia Cruz foi denunciada por lavagem de dinheiro e evasão de divisas. De acordo com os procuradores, Cláudia tinha plena consciência dos crimes que realizava, como por exemplo, gastar R$ 1 milhão em sete anos com artigos pessoais, como bolsas e sapatos.

O advogado de Cláudia disse que ela pode ser encontrada nos fins de semana no Rio de Janeiro e de semana em Brasília.

Publicidade

Conta secreta

Sérgio Moro destacou que a mulher de Cunha ocultou valores em contas secretas no exterior e teve gastos altíssimos superiores aos ganhos de Eduardo Cunha, o que causou suspeita e favoreceu a sua condenação. Segundo o juiz, ela também mostrou um grande desinteresse em informar a origem dos recursos, podendo estar agindo com dolo eventual ou cegueira deliberada, terminou o juiz. #Rio2016