Com a queda de Dilma, e o envio das investigações criminais para a Polícia Federal, o ex-presidente da República, Luiz Inácio #Lula da Silva, não possui mais foro privilegiado e sentar no banco dos réus é apenas uma questão de tempo.

Essa semana, o ministro Teori Zavascki seguiu a orientação do procurador-geral da União, Rodrigo Janot, e enviou os autos das investigações contra Lula e outros envolvidos no caso do Triplex do Guarujá e do sítio de Atibaia para as mãos do juiz federal Sérgio Moro. 

Sítio de Atibaia

Lula é acusado de ter comprado e reformado um sítio em Atibaia, interior de São Paulo. A suspeita, que irá se oficializar após a denúncia, é que a compra e reforma foram feitas através de desvio de recursos da Petrobras, realizando então uma lavagem de dinheiro bem maquiada.

Publicidade
Publicidade

Três denúncias só sobre esse caso podem ser apresentadas.

Triplex do Guarujá

O caso do Triplex é parecido com o do sítio. Nesse caso, Lula deverá ser denunciado por lavagem de dinheiro. Esse caso possui duas linhas de investigações que podem se tornar em duas denúncias. Uma delas refere-se ao pedido de prisão contra Lula emitido pelo Ministério Público de São Paulo.

Novidades que pioram a situação de Lula

Além do sítio de Atibaia e das investigações já conhecidas, uma nova denúncia pode entrar nesse rol à qualquer momento. Se trata da delação de Delcídio do Amaral, que acusou Lula de tentar comprar o silêncio de Cerveró na Operação Lava Jato. Essa investigação ainda não foi remetida do Supremo para a sede da Polícia Federal em Curitiba.

Lula se defende

A assessoria do ex-presidente emitiu uma nota oficial em que reafirma a honestidade de Lula, alegando que o mesmo sempre agiu dentro da legalidade e que as acusações contra ele não são verídicas.

Publicidade

Após estar oficialmente no banco dos réus, caberá a defesa do petista apresentar o ônus da prova, provando para Sérgio Moro que todas as provas e indícios incluídos nos autos não passaram de um mal entendido. Caso não prove, o ex-presidente poderá ser condenado a prisão. #PT #Lava Jato