O presidente interino da República, #Michel Temer (PMDB), afirmou nesta quarta-feira, 1º de junho, que poderá reformular o atual modelo ministerial em voga no Brasil. No entanto, o peemedebista ponderou que é preciso esperar primeiro a definição do processo de impeachment da presidente da República #Dilma Rousseff (PT), que segue em tramitação no Senado Federal, com previsão de término para setembro deste ano, ou agosto, caso o processo seja adiantado pelos parlamentares da Casa.

Temer está sofrendo bastante pressão para recuar das ações de extinção de pastas. No evento em que participou no dia de ontem, com a presença de lideranças do MST (Movimento dos Sem Terra) e de demais organizações sociais, o presidente em exercício ouviu pedidos para que desse novamente status de ministério para a Secretária da Agricultura Familiar e para a Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

Publicidade
Publicidade

Michel Temer prometeu analisar com bastante atenção as propostas, mas voltou a afirmar que vai esperar a conclusão do processo de impeachment contra Dilma Rousseff. #Crise-de-governo