O deputado federal mais votado da história do Brasil, Francisco Everardo Oliveira Silva, mais conhecido como Tiririca, concedeu uma entrevista exclusiva ao apresentador da TV Record, Gugu Liberato. O programa vai ao ar na noite dessa quarta-feira (22).

Um dos trechos mais polêmicos do depoimento do deputado diz respeito à presidente afastada #Dilma Rousseff e ao ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Tiririca afirmou que não conhece #Lula e Dilma.

“Eu não conheço nem Lula e nem a Dilma”.

Em relação à notícia que ele havia se encontrado pessoalmente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e a promessa que votaria pela continuidade do governo Dilma na votação do #Impeachment, Tiririca desmentiu e disse que nunca se encontrou com o ex-presidente.

Publicidade
Publicidade

“Quem me conhece sabe que eu não participo de nenhum tipo de reunião que comprometa minhas convicções e crenças. O meu voto, na votação do impeachment, veio do coração. Vim do povo, sou do povo e trabalho para o povo”. Escreveu o deputado em sua página no Facebook, na época da votação.

Tiririca comentou a opinião das pessoas sobre seu comportamento no momento da votação. “Acharam que eu ia brincar, o Brasil inteiro esperou o meu voto”.

Na votação Tiririca foi rápido e sucinto em seu discurso: "Senhor Presidente, pelo meu país, meu voto é sim."

Na entrevista, Tiririca avaliou Eduardo Cunha

Tiririca não se esquivou sobre assuntos de política na entrevista, como fez em sua entrevista ao Programa do Jô, da Rede Globo. Dessa vez, ele deu sua opinião até sobre o presidente afastado da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Publicidade

Tiririca disse que perdeu totalmente a confiança em Eduardo Cunha, após saber que o peemedebista mentiu sobre a existência de contas  não declaradas em bancos na Suíça.

“Eu perdi a confiança total nele”.

Lá dentro é um metendo a chibata no outro afirmou Tiririca

Perguntado sobre o que faz um político na prática, Tiririca não se esquivou e lembrou de sua campanha eleitoral, na qual dizia que não sabia de nada o que se passava na política.

“Agora eu sei o que se faz lá dentro, é um metendo a chibata no outro, um falando mal do outro e o outro falando mal do governo e o governo falando mal...”

Tiririca está em seu segundo mandato e, até hoje, não faltou nenhum dia em sua rotina de deputado nas sessões na Câmara, porém, em todo esse tempo, ele também só foi uma vez na tribuna para discursar, justamente na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff.