A vida de Lula está à apenas uma decisão de ser entregue nas mãos do juiz federal, Sérgio Moro. Nessa sexta-feira, 10, o procurador-geral da república, Rodrigo Janot, solicitou ao Supremo que remeta os autos das investigações e processo de Delcídio, #Lula e mais cinco investigados à 'República de Curitiba'.

A decisão final deve ser proferida até quinta-feira, 16, pelo ministro do STF, Teori Zavascki. Lula foi denunciado em maio por obstruir as investigações da Operação #Lava Jato, mas desde então os autos estão parados aguardando uma decisão final sobre quem deveria julgá-lo.

As demais investigações contra Lula, como as que envolvem o sítio de Atibaia e o Triplex no litoral, ainda são de competência do Supremo.

Publicidade
Publicidade

Os autos enviados à Sérgio Moro recentemente são provenientes de uma denúncia por lavagem de dinheiro e por falsidade ideológica feitas no Ministério Público de São Paulo.

Teori é quem decidirá em todos os pedidos contra Lula que venham a ser feitos por Janot, pois é o relator da Operação Lava Jato. Segundo a assessoria do ex-presidente da república, a denúncia por obstrução já foi respondida há mais de um mês, ocasião em que o petista alegou inocência e afirmou que sempre agiu dentro do princípio constitucional da legalidade.

Advogados de Maurício Bumlai, Cerveró e Delcídio não se manifestaram sobre o pedido até o momento do fechamento dessa matéria. Já os representantes jurídicos de José Bumlai e Diogo Ferreira, mostraram-se tranquilos e cientes de que o pedido ocorria mais cedo ou mais tarde.

Publicidade

Em maio, uma revista de circulação nacional e um telejornal mostraram documentos que comprovaram o elo entre Lula e Delcídio na tentativa de comprar o silêncio de Cerveró por R$250 mil em sua delação premiada.

Após a repercussão da denúncia, Lula passou a evitar aparecer em público, mesmo com o processo de impeachment de Dilma em andamento. Somente essa semana o petista voltou a participar de manifestações contra Michel Temer.

Recentemente, Marcelo Odebrecht se comprometeu a entregar para o MPF documentos que comprovam pagamento de propina durante a campanha eleitoral de Dilma e os contratos internacionais da construtoras, dos quais, segundo ele, foram negociados pessoalmente por Lula e financiados pelo BNDES.

O que você acha desse pedido de Janot? Compartilhe a sua opinião sobre o caso deixando um comentário. #Corrupção