A situação para Dilma Rousseff não está nada fácil porque além de ter sido afastada da presidência, ela não tem conseguido contar com o "Governo" para lhe ajudar em suas viagens, que ela precisa fazer justamente para criticar o atual presidente do país, #Michel Temer, tentando provar a todos que foi vítima de um golpe. Estas viagens custam muito caro e para continuar com este seu projeto ela resolveu então apelar para uma prática que se tornou comum na internet que é a famosa "vaquinha".

Hoje em dia as pessoas recorrerem à "vaquinha" para praticamente tudo. Tem famosos que fazem estas campanhas para que os fãs ajudem na gravação de um CD ou DVD.

Publicidade
Publicidade

Há pessoas fazendo "vaquinha" para conseguir ajuda para o casamento e assim por diante. Dilma embarcou nessa e contará com este importante canal de ajuda, só que as doações não estão sendo tão boas como ela esperava.

Para se ter ideia a primeira doação feita nesta "vaquinha" foi de apenas R$ 10,00. Este é um valor irrisório se formos analisar o quanto fica caro estas viagens feitas pela petista. Depois de algum tempo as doações ultrapassaram os R$ 2 mil, valor ainda assim baixo, entretanto ela acredita que conseguirá muito mais.

A "vaquinha" da Dilma recebeu o nome de "Jornada pela Democracia - Todos por Dilma" e a meta é arrecadar R$ 500 mil, dinheiro este que seria usado apra custear as viagens da presidente afastada por todo o Brasil e assim ela poderia continuar tentando convencer a todos que sofreu um golpe.

Publicidade

Quem criou a vaquinha para a petista foi Guiomar e Maria Celeste, duas grandes amigas de Dilma desde a época da ditadura e elas estão confiante que o projeto terá sucesso, inclusive fizeram questão de gravar um vídeo comentando sobre o apoio que fazem questão de dar a ela neste momento tão difícil. Guiomar inclusive alegou que as medidas coercitivas adotadas por Michel Temer em relação à amiga são ilegais e também absurdas.

Temer permitiu que Dilma utilize o avião da FAB somente para viajar de Brasília até Porto Alegre para visitar seus familiares, mas a Justiça autorizou a petista a usar os jatos da presidência, desde que arque com as despesas. #Dilma Rousseff #Crise-de-governo