O ator transexual Thammy Miranda confirmou sua pré-candidatura para vereador da cidade de São Paulo pelo Partido Progressista (PP), nesta terça-feira (19). O modelo é filiado ao PP desde de 2015. O que está causando polêmica é o fato do ator estar na mesma legenda de alguns políticos conservadores, como Paulo Maluf (PP-SP) e Jair Bolsonaro (PP-RJ).

Em um evento, ocorrido no ano passado, Thammy Miranda respondeu algumas perguntas sobre estar na mesma legenda de políticos com ideias diferentes. O modelo disse que é de grande importância a comunidade LGBT ocupar espaços políticos, propiciando assim uma forte resistência para firmar seus conceitos.

Publicidade
Publicidade

Thamy esteve neste último domingo (17) em um evento de posse do conservador Ricardo Salles, que será o novo secretário do Meio Ambiente da prefeitura de São Paulo. O ator proferiu algumas palavras e ressaltou que o objetivo de sua presença na posse do novo secretário era "convencê-lo a ser mais liberal".

Thammy Miranda é filho da cantora Gretchen e assumiu a sua homossexualidade em 2008. Ele se submeteu à duas cirurgias em 2014, uma para a retirada do útero e dos ovários e a outra para retirar os seios.

Jair Bolsonaro

O deputado federal Jair Bolsonaro comentou em 2015 sobre a filiação de Thammy no PP, dizendo que é positiva e que os dois tem uma boa relação. "Não tem problema nenhum", disse o deputado, que já participou de programas de televisão e teve ótimas conversas com o modelo.

De acordo com Bolsonaro existem muitas ideias controversas entre ele e Thammy, mas que isso é natural e nunca ocorreram brigas entre os dois, pois o ator é uma pessoa que sabe dialogar, comenta Bolsonaro.

Publicidade

"Homofóbico"

Bolsonaro afirma que não tem nada contra os homossexuais e que esse rótulo de "homofóbico" não o pertence. Isso tudo surgiu quando ele foi contra o projeto "kit gay" dentro das escolas. Inclusive, na época, o deputado queria saber a opinião do pré-candidato a vereador sobre este projeto. "Eu tenho certeza que ele também vai ser contra", afirma Bolsonaro. 

O deputado também disse não saber se chamará o pré-candidato de "o Thammy ou "a Thammy, mas que um grande abraço hétero lhe será dado. #Famosos #É Manchete! #Dentro da política