Alexandre Margotto, sócio do deputado #Eduardo Cunha, disse aos investigadores ter informações detalhadas sobre as tratativas de autoridades e políticas que compereceram ao escritório localizado em São Paulo, onde matinha sociedade com Lúcio Funaro.

O ex-sócio de Eduardo Cunha está sendo acusado de estar muito envolvivo em um grande esquema de desvio de dinheiro e #Corrupção ligados à Caixa. Por isso, Alexandre Margotto se tornou "perigoso" para Cunha. Afinal, ele pode dizer algo que prejudique muito o ex-presidente da Câmara dos Deputados.

O ex-sócio de Cunha está negociando um acordo da famosa delação premiada com os investigados da Procuradoria-Geral da República.

Publicidade
Publicidade

Alexandre pode servir de testemunha e sua delação como prova para indiciar Eduardo Cunha. Por Margotto ter escritório com Funaro, ele pode saber bastante sobre o que acontecia entre os sócios e as conversas no escritório. Afinal, Lúcio Funaro já está preso, apreendido em uma das fases da Operação Lava Jato, sendo considerado como operador de Eduardo cunha no esquema.

Além disso, para piorar a situação de Eduardo Cunha, o seu ex-sócio está sendo acusado por Rodrigo Janot, Procurador-Geral, por receber parte dos subornos pagos pelas empresas de Funaro e Cunha, em retribuição à liberação, através da Caixa, dos investimentos do FGTS.

Alexandre Margotto é suspeito de receber 4% dos valores das propinas no esquema de corrupção da Caixa Econômica Federal. A denúncia está relacionada a 15 ações de corrupção passiva e mais de 300 atos de lavagem de dinheiro.

Publicidade

A fonte das informações é o site O Tempo.

Caso Alexandre Margotto seja condenado, será que ele vai delatar Cunha em algo que, talvez, tenha acontecido? A delação premiada existe, mas o companheirismo acaba.

Cada vez mais o cerco está fechando para Eduardo Cunha, os inimigos e os falsos amigos estão surgindo e delatando tudo o que sabem. Qual será o futuro do ex-presidente da Câmara dos deputados que insiste afirmar inocência sobre tudo? Deixe seu comentário sobre a atual situação de Eduardo Cunha. #Dentro da política