A presidente afastada da República, Dilma Rouseff (PT), está viajando o Brasil para palestrar sobre a atual situação do país. Em uma entrevista para uma rádio na manhã desta quinta-feira, dia 21 de julho, ela falou que o processo que está sofrendo é uma injustiça e chegou a compará-lo ao tratamento contra o câncer que teve que enfrentar anos atrás. Dilma também contou que o #Impeachment parece com a tortura vivida no período da ditadura militar.

Ela ainda revelou que nunca sentiu "tamanha dificuldade como agora". Dilma voltou a dizer que o impeachment é uma injustiça que estão cometendo contra sua pessoa.

"Estou sendo julgada por um não crime", desabafou.

Publicidade
Publicidade

A presidente disse ainda que lutou contra circunstâncias difíceis. Ela falou sobre o período da ditadura e como teve que superar os traumas deixado por ele.

"Obviamente eu acho que para qualquer um dos brasileiros e brasileiras que foram torturados, a tortura é talvez um dos limites da degradação humana", contou.

Em seguida, ela lembrou do câncer que teve que vencer.

"Agora te digo o seguinte: em nenhuma dessas vezes eu senti tamanha dificuldade como agora", contou a presidente investigada.

Essa resposta veio após um dos jornalistas da Rádio Pampa, do Rio Grande do Sul, perguntar como ela se sentia particularmente após tantas denúncias e pedidos para que ela saísse do poder. Dilma está morando novamente em Porto Alegre, após ser afastada e proibida de viajar pelo país com os aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).

Publicidade

Câncer de Dilma

No ano de 2009, Dilma Rouseff passou por um intenso processo de tratamento para curar um linfoma, o mesmo enfrentado pelo atual governador do estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB). Na época, ela era ministra-chefe da Casa Civil, chamada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para atuar em seu governo. Dilma chegou a usar uma peruca durante o período em que esteve em tratamento, quando trabalhou ativamente ao lado de Lula.

Já no período da ditadura, Dilma fez parte de movimentos de combate ao regime. Na época, ela foi presa e torturada por oficiais das Forças Armadas. #Dilma Rousseff #Crise-de-governo