Após a grande repercussão da entrevista que Dilma Rousseff concedeu a um jornal de Portugal, o Comitê Olímpico Internacional decidiu emitir um convite oficial para a presidente afastada do Brasil.

Além de convidá-la, o COI acatou a sugestão de Dilma e também convidou Luís Inácio Lula da Silva para a solenidade de abertura dos Jogos Olímpicos. Os convites foram enviados na segunda-feira, dia 11 de julho e até o momento os dois políticos não informaram se estarão presentes na cerimônia de abertura da Rio-2016. Entretanto, a petista já havia colocado em dúvida sua presença ao evento, caso recebesse o convite.

Dilma declarou ao DN que iria avaliar as condições do evento, pois não arriscaria comparecer à abertura em uma situação que viesse a diminuí-la.

Publicidade
Publicidade

Mesmo com a incerteza de sua ida, Dilma reforçou que era justo que ela recebesse um convite, pois foi no governo dela que foi garantido que tudo ocorresse bem durante a competição e também para a preparação da mesma.

O que Dilma poderá avaliar?

Na abertura da Copa do Mundo de 2014, as famosas ‘pedaladas fiscais’ ainda não eram conhecidas, mas ainda assim o país vivia um clima de crise política e segregação entre pessoas e partidos. Naquela ocasião, Dilma foi vaiada e hostilizada no estádio do Maracanã quando ainda era a presidente em exercício.

Agora, na condição de afastada do cargo e há poucas semanas da votação do impeachment, o clima insatisfatório contra Dilma aumentou e o fato de Michel Temer também estar presente no evento pode pesar na decisão na petista.

O peemedebista Michel Temer deixou claro que não iria se opor a presença de Dilma ou de qualquer pessoa que integrava o seu governo, entretanto, os ex-aliados não possuem uma relação amistosa e Dilma, inclusive na entrevista ao jornal português, o chamou de usurpador e questionou o seu caráter.

Publicidade

Todos esses fatos podem influenciar para que Dilma, eventualmente, opte por não comparecer ao evento.

As assessorias de Dilma e de #Lula ainda não se pronunciaram sobre o recebimento dos convites oficiais. #Dilma Rousseff #Rio2016