A presidente afastada está enfrentando problemas para se locomover pelo país: a Casa Civil restringiu o uso dos aviões da FAB por #Dilma Rousseff. Com isso, duas amigas que lutaram ao seu lado durante o período da ditadura militar resolveram fazer uma vaquinha online para bancar as despesas com suas viagens pelo país. Feita no site Catarse, a ação que tinha como meta arrecadar R$ 500 mil, já conta com mais de 600 mil reais em menos de uma semana. O dinheiro arrecadado só poderá ser retirado quando a campanha for encerrada. 

"Achamos importante abrir uma conta onde as pessoas pudessem fazer doações e haver disponibilidade de recursos que a presidenta pudesse usar para as suas viagens," disse Guiomar Lopes, amiga de Dilma e uma das criadoras da ação.

Publicidade
Publicidade

83% do dinheiro será usado para o deslocamento da presidente afastada, 4% será destinado aos impostos e 13% da quantia total irá para o Catarse. Como recompensa, as pessoas que contribuírem com a campanha receberão uma citação em seu site oficial, além de uma foto autografada em versão digital e um vídeo de agradecimento. 

Desde junho o presidente em exercício Michel Temer restringiu o uso de aviões da Força Aérea Brasileira pela presidente afastada. Ela só poderá usá-los para se deslocar entre Brasília e Porto Alegre, local onde mora sua família. Isso acabou atrapalhando os planos de Dilma de circular mais rapidamente pelo país, parte de uma estratégia na época da tramitação do seu pedido de impeachment. A Justiça do Rio Grande do Sul posteriormente autorizou as viagens de Dilma Rousseff utilizando aeronaves da FAB, desde que ela ressarce as despesas aos cofres públicos.

Publicidade

Em maio desse ano, Dilma Rousseff foi afastada do seu posto de Presidente da República por até 180 dias, tempo em que o julgamento do impeachment ocorre no senado. Durante esse tempo, o seu vice, Michel Temer, assume o posto de presidente em exercício. Temer espera que, em seu governo, o país se recupere da #Crise e inflação em que se encontra, além de uma melhora na sua economia. #Viagem