O ex-presidente Lula foi motivo de piadas irônicas durante o seu governo por sempre dizer "eu não sei de nada". Sempre que surgia alguma acusação de ações ilícitas, Luís Inácio Lula da Silva dava a resposta que marcou seu governo, negando tudo, afirmando o não conhecimento sobre os fatos. Parece que a sua discípula, a presidente afastada #Dilma Rousseff, decidiu utilizar o mesmo argumento para negar qualquer acusação.

A ideia de Lula foi ser marcado como inocente, manter-se com reputação ilibada e ser considerado um excelente político. Em 2016, o ex-presidente foi prestar esclarecimentos e respondeu "eu não sei" 105 vezes.

Publicidade
Publicidade

Dilma pode querer ser a nova "eu não sei" da política brasileira.

De acordo com  o UOL, Dilma Rousseff deu entrevista a uma rádio, na qual comentou sobre a acusação de "caixa 2" durante sua campanha para presidente. Ela falou que, se houve esse tipo de pagamento, ela não sabe. Como uma candidata a presidência da República não tem este conhecimento? Afinal, a acusação é de um pagamento no valor de 4,5 milhões de reais em uma conta na Suíça. Quem fez essa acusação foi o publicitário João Santana e Mônica Moura, sua mulher, durante interrogatório no processo da Lava Jato.

Caso novas acusações sejam feitas, será que a saída vai ser recorrer à velha desculpa de "eu não sabia"? As pedaladas ela já negou, depois assumiu, disse que não era crime, justificou que outros presidentes também fizeram, só falta o "eu não sei" para finalizar o discurso da petista.

Publicidade

Em outra entrevista, Dilma negou a crítica que Lula fez sobre as medidas econômicas adotas em seu governo, que prejudicaram a renda dos trabalhadores. Em resposta, Dilma comentou que não mexeu no bolso dos cidadãos, mas sim em leis. Talvez ela não sabia que ao modificar leis, o reflexo das medidas implementadas no governo prejudicou diretamente os brasileiros.

Qual a sua opinião sobre o governo de Dilma Rousseff? Ela é inocente de todas as acusações? Acredita que ela realmente não sabia? Deixe seu comentário.  #PT #Corrupção