Há alguns dias, um jovem, que é funkeiro em Cuiabá, publicou em sua conta do Facebook que apoiava o deputado federal do PSC, Jair Bolsonaro, e completou a frase com ‘Futuro Presidente do Brasil’. Entretanto, o que era para ser apenas uma manifestação particular do jovem, gerou ódio de alguns de seus seguidores.

Na mesma noite, uma bomba caseira foi jogada em sua casa, bem como lançaram uma pedra pela janela. Segundo a vítima, alguns ativistas LGBT criaram um grupo no WhatsApp para ofendê-lo. O jovem ainda diz que por conta do ocorrido, ele e a família estão com medo de sair na rua e que ele tem perdido oportunidades profissionais.

Publicidade
Publicidade

A reação do deputado

Após ter conhecimento do fato, que logo repercutiu na imprensa, o deputado federal se encontrou com a vítima e gravou um vídeo, que foi divulgado em sua página oficial do Facebook para mais de três milhões de seguidores. Jair Bolsonaro pediu que o jovem, Maxwill, contasse o que aconteceu, mostrando a intolerância que viveu.

Assista abaixo o vídeo divulgado pelo deputado federal:

 

Viagens pelo Brasil

Quando Jair Bolsonaro não está na #Câmara dos Deputados, tem aceitado convites para viajar pelo Brasil, participando de eventos diversos, algumas vezes ao lado do seu filho, o também deputado federal, Eduardo Bolsonaro.

A publicação que Maxwill realizou e que gerou os ataques de intolerância, sendo inclusive chamado de homofóbico, são da semana em que Jair Bolsonaro visitou Cuiabá, divulgando vídeos de sua passagem pela cidade nas redes sociais.

Publicidade

Jair Bolsonaro é o provável candidato à presidência da república pelo PSC. Conforme o próprio deputado fala, ele só não será candidato se estiver inelegível ou morto. O deputado passa por dois processos atualmente, um no STF e outro no Conselho de Ética da Câmara, entretanto ambos versam sobre a sua imunidade parlamentar e podem ser arquivados ou o político pode ser absolvido.

Jair explicou sua defesa aos processos em uma entrevista feita para o Jornal Nacional e que a TV Globo acabou não exibindo. Na ocasião, o deputado divulgou, por conta própria, a entrevista nas redes sociais.

#Congresso Nacional #Dentro da política