A presidente afastada Dilma Rousseff jura de pés juntos que nunca ficou sabendo, tampouco autorizou o chamado "caixa 2" em sua campanha eleitoral de 2014. No entanto, ela pode ter sérios problemas com o ex-marqueteiro que ajudou a elegê-la, João Santana. De acordo com o site da Revista Veja em matéria publicada neste sábado, 30, João está acertando o seu discurso com agentes da principal investigação do país, a Lava Jato. No passado, ele que tinha receio de contar tudo, agora não tem mais o mesmo medo de outrora. O marqueteiro quando foi preso disse que a campanha de Dilma não tinha qualquer doação irregular de empreiteiras, mas provas foram surgindo e agora ele decidiu falar a verdade. 

Há cerca de 15 dias, o marqueiro e sua mulher, Mônica Moura, começaram a admitir que receberam dinheiro de #Corrupção.

Publicidade
Publicidade

Nesse meio tempo, a presidente afastada #Dilma Rousseff já disse que só para variar não sabia de nada e que se houve qualquer crime não foi sobre a tutela ou conhecido dela. Depois de dizer que não sabia de nada, a representante do PT começou a culpar o próprio partido pelo suposto caixa 2 da campanha.  “Minha campanha não tem a menor responsabilidade sobre em que condições pagou-se dívida remanescente da campanha de 2010. (…) Ele (João Santana) tratou essa questão com a tesouraria do PT”, disse a primeira mulher a chegar à presidência no país. 

A postura de Dilma em dizer que nada sabe já é conhecida do noticiário e dos brasileiros. Ela já fez isso em outras oportunidades. O casal Santana, no entanto, deve complicar a vida da petista. "Ela sabia de tudo", revelou o publicitário em suas delações, de acordo com a Veja.

Publicidade

Segundo a publicação, João Santana dirá que o caixa 2 abasteceu até mesmo as despesas pessoais de Dilma e que em reuniões tudo ficou explicado à ela. A revelação pode complicar ainda mais a vida da petista, que está brigando contra um grave processo de impeachment. A votação contra ela está prevista para acontecer já no final de agosto no Senado Federal. Será que vai?