Um plano secreto ajudou a presidente afastada Dilma Rousseff a ficar mais alguns dias no poder. A informação foi confirmada nesta sexta-feira, 29, pelo colunista Cláudio Humberto, do 'Diário do Poder'. De acordo com ele, o presidente do Senado, o peemedebista Renan Calheiros, está a forçar poses em que sorri ao lado de Michel Temer, que atualmente ocupa interinamente o poder de chefe de estado no Brasil. No entanto, ele, na verdade, ainda flerta com uma antiga aliada, a presidente Dilma. O jornalista diz que Roussefff procurou Calheiros e conseguiu empurrar o impeachment em praticamente um mês. 

Até então, todo o frisson em torno do assunto aconteceria com o trecho final da Olimpíada, no final de agosto.

Publicidade
Publicidade

No entanto, segundo o 'Diário do Poder', a votação agora é prevista para o segundo semestre de 2016. A estratégia do Partido dos Trabalhadores é estranha, já que o pleito ficará muito próximo das eleições municipais e o resultado contra Dilma praticamente já é certo. Calcula-se que ela tente que os dados da economia piorem ainda mais com a insegurança de quem é realmente o chefe de estado brasileiro. Caso a nova data se concretize, até lá, Temer já estará há mais de quatro meses no poder. 

O novo pretexto é que Dilma não quer atrapalhar a realização dos jogos e ofuscar toda a festa. No entanto, um plano secreto ou uma carta na manga da petista já são esperadas. O anúncio da postergação da votação mais esperada do ano veio no mesmo dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com uma petição na Organização das Nações Unidas (ONU) contra o juiz federal Sérgio Moro.

Publicidade

O ex-líder sindical acusa Moro de abusar do poder e de ser imparcial. Será que além de Lula, a ONU poderia também dar alguma ajuda à Dilma. 

É bom lembrar que durante todo o processo do impeachment Dilma chamou seu julgamento de "golpe de estado". Temer agora tenta voltar a votação para o final de agosto. "É nossa prioridade máxima”, teria dito a senadora Simone Tebet, eleita pelo PMDB do Mato Grosso do Sul. #PT #Dilma Rousseff