O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva virou o principal assunto do dia nesta sexta-feira, 29. Mais uma vez ele se viu as voltas com a principal investigação do Brasil, a Lava Jato. Agora ele é oficialmente réu da Justiça acusado de tentar atrapalhar o trabalho do juiz federal Sérgio Moro. A decisão veio após um pedido do Ministério Público e foi dada pela Justiça do Distrito Federal. Não demorou muito para que #Lula, que já tinha tentado até a Organização das Nações Unidas (ONU) para se defender, usasse de deboche para falar que a Justiça vai ter que provar que ele é culpado e que ele não precisa ter provas de que é inocente. 

Em um pronunciamento, que você pode conferir na íntegra em um vídeo publicado ao final da reportagem, o ex-presidente diz que não quer falar dos seus problemas pessoais, pois não tem como objetivo fazer particularidades tornarem-se maus coletivos.

Publicidade
Publicidade

Enquanto o petista falava para uma plateia favorável, ele ficou sabendo da decisão da Justiça. Não podendo se calar, o companheiro da presidente afastada Dilma Rousseff decidiu dar seu parecer sobre tudo o que estava acontecendo na sua vida. Ele diz que ficou sabendo que foi acusado de atrapalhar a justiça e que já estava muito cansado de tantas acusações. Lula chega a soltar um ar de felicidade ao comentar a decisão judicial. 

 “Eu não ia tocar no assunto, mas eu já cansei. Eu não tenho que provar que eu tenho apartamento. Quem tem que provar é a imprensa que acusou, o Ministério Público que falou que eu tenho, a Policia Federal que diz que eu tenho", disse ele fazendo uma referência ao tríplex que seria dele no Guarujá, litoral de São Paulo. De acordo com o ex-líder sindical, a Justiça precisa apresentar o documento de compra de que ele realmente é dono do imóvel e que assinou alguma coisa. 

Segundo o companheiro de Dilma, ele disse que não se manifesta porque não tem que provar nada.

Publicidade

E aí, o que você achou da opinião dele?

Veja abaixo o vídeo me que o petista faz deboche com o fato de estar sendo investigado e ser réu da Lava Jato:

#PT