A Lei da Ficha suja foi sancionada no ano de 2010, quando #Lula era até então presidente da República, e determina 14 ações que podem tornar um politico inelegível por até oito anos. Um dos fatores importantes, além da óbvia condenação, é que a decisão precisa ser confirmada por um "órgão judicial colegiado", e é justamente nesse ponto que o ex-presidente pode ser pego.

Lula foi transformado em réu por decisão da 10ª Vara Federal de Brasília. O que opositores a Lula acreditam é que a sua condenação em primeira instância é quase que certa. Caso venha a se confirmar, a decisão deve ser questionada e subir ao colegiado do Tribunal Regional Federal (TRF).

Publicidade
Publicidade

Se o TRF corroborar com a decisão de condenar Lula, o ex-presidente cairia na Lei da Ficha Limpa e perderia o direito de se candidatar em 2018. 

Para piorar ainda mais a vida do ex-presidente, outras três denúncias envolvendo seu nome podem se concretizar, dessa vez vindas de Curitiba, envolvendo o famoso triplex no Guarujá. Lula pode chegar a ser denunciado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, dois dos 14 crimes que podem tornar um politico inelegível, segundo texto da Lei da Ficha Limpa. 

Um fato curioso é que, caso Lula se torne "ficha suja", ele seria o primeiro ex-presidente a ser condenado por uma lei que o próprio sancionou.  #PT #Dentro da política