As especulações sobre uma possível candidatura do ex-presidente Lula nas eleições presidenciais em 2018 continuam a todo vapor, e parece que o petista faz questão de regar a polêmica com declarações sugestivas. A última aconteceu durante uma entrevista, na terça-feira (12), ao radialista Geraldo Freire, da Rádio Jornal, em Pernambuco, quando o ex-presidente afirmou que "pra não ser candidato em 2018, é só o Brasil dar certo". 

#Lula é muito criticado por seus opositores por diversas razões, mas um fato que todos concordam é que quando o ex-presidente abre a boca, todos param para escutar. Com seu jeito peculiar de se expressar, o petista disse que a "política é que nem uma boa cachaça, você começa e não quer parar".

Publicidade
Publicidade

E ainda completou afirmando que não vê necessidade de voltar a presidência da República se o Brasil estiver caminhando bem.

O ex-presidente também meteu o dedo na ferida da classe política. Segundo ele, é mais do que necessária um reforma política no Brasil, porém duvida que algo vá ser feito pelos deputados que se encontram na Casa Legislativa no momento. Para Lula, o que precisa mudar são as pessoas [políticos eleitos], e teceu críticas também a população, que, segundo ele, vive reclamando da classe política e no dia das eleições votam nos mesmo nomes. 

Outro ponto abordado pelo petista foi a possibilidade de surgir um novo líder político no Brasil, e o ex-presidente não se mostrou muito animado. Lula afirmou que "esse povo que faz campanha" não conhece a realidade brasileira nem de sua população, estão acostumados apenas com "avião".

Publicidade

 E completou: "Um governante tem que conhecer a alma das pessoas". 

Essa não foi a primeira vez que o ex-presidente abordou tais assuntos. Ele já vem acenando com uma possível candidatura em 2018 há algum tempo. Em seu discurso após ter sido levado de forma coercitiva para depor na Polícia Federal, já tinha afirmado que agora iria percorrer os 4 cantos do País e voltaria as ruas. Se, na versão de Lula, o único fator que influenciaria sua candidatura é a situação do Brasil, é de se esperar que ele já esteja preparando seu material de campanha para 2018.  #PT #Dentro da política