José Carlos Bumlai, amigo de #Lula, deverá ser condenado em breve na #Lava Jato. A condenação atinge mais oito pessoas que participaram da fraude na licitação do contrato para operar o navio sonda 10.000. O Juiz Sérgio Moro pede nas alegações finais, que Bumlai seja condenado por 3 crimes e pagamento de multa no valor de R$ 53,5 milhões. Os crimes cometidos são: gestão fraudulenta, #Corrupção e lavagem de dinheiro. Os procuradores da Lava Jato, ainda pedem que José Carlos Bumlai volte para a prisão. O amigo do ex-presidente Lula, está em prisão domiciliar desde março deste ano, pelo motivo de tratamento de um câncer na bexiga.

Acusados no esquema fraudulento

Além de Bumlai, são alvos do pedido de condenação, Mauricio Bumlai, filho do acusado, João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, Jorge Zelada, ex-diretor da Petrobras, Milton e Fernando Shahin, executivos do Grupo Shahin, Nestor Cerveró e Fernando Baiano.

Publicidade
Publicidade

A condenação de José Carlos Bumlai, assombra a mais alta cúpula do PT. Petistas temem que o amigo de Lula, apresse as negociações do acordo de delação premiada. Pois Bumlai já fez alguns depoimentos complicando petistas e o ex-presidente Lula.

Condenações preocupantes

A condenação de José Carlos Bumlai, o está afligindo pois é iminente e tem grande chance de acontecer. Em 2015, foram anexados documentos e depoimentos, que incriminam o pecuarista além dos nomes já citados. Os documentos comprovam, que Bumlai, contraiu um empréstimo em 2004, junto ao Grupo Schahin, no valor de R$ 12,1 milhões e não ofereceu nenhuma garantia. Também repassou o valor ao PT e para complicar, não quitou a dívida ao final do prazo em 2005. Entretanto, não foi cobrado, graças à influência política que exercia. Logo após contraiu mais um empréstimo no Banco Schahin, para sua empresa, no valor de R$ 18 milhões, para quitar a primeira dívida.

Publicidade

O pecuarista se comprometeu, ainda, que daria em troca do falso contrato, embriões bovinos. Não obstante, no verdadeiro contrato, o Grupo Schahin, recebeu em pagamento, o contrato de licitação para operar o navio sonda 10.000. 

Temores do PT

O Partido dos Trabalhadores teme justamente, as informações que Bumlai poderia dar, sobre os bastidores dos negócios fraudados pela cúpula do partido. Bumlai, é considerado no momento, uma bomba relógio, prestes a explodir. Inclusive já prestou depoimento secreto, sobre o Petrolão e o Instituto Lula. O que mais apavora os petistas, são as informações, sobre o assassinato de Celso Daniel, ex-prefeito de Santo André. Segundo informações Lula pediu à Bumlai para comprar o silêncio de Ronan Maria Pinto, que por sua vez teria ameaçado revelar, o verdadeiro motivo da morte do ex-prefeito.