A partir do dia 5 de agosto, próxima sexta-feira, o Brasil estará com todos os holofotes do mundo voltados para si. Marcada para este dia, a abertura oficial das #Olimpíadas do Rio de Janeiro representará o início de três semanas de disputas esportivas na capital carioca, naquela que será a primeira vez em que os Jogos Olímpicos desembarcam na América do Sul.

Mas ainda em julho, um terrível atentado em Nice, no sul da França, voltou a alertar a comunidade mundial com relação aos riscos oferecidos pelo #Terrorismo. Um cidadão franco-tunisiano guiou com velocidade um caminhão branco sobre milhares de pessoas que acompanhavam uma festa na praia local e 84 morreram.

Publicidade
Publicidade

Antes, em abril, a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), confirmou a veracidade de uma mensagem do Estado Islâmico que ameaçava o Brasil: “Vocês são os próximos”. Mesmo assim, o presidente interino da República, Michel Temer, confia em um total sucesso na segurança das Olimpíadas e usa a Copa do Mundo de 2014 como exemplo para isso.

“Antes da Copa do Mundo, em 2014, havia uma preocupação bastante semelhante com essa. E foi um completo sucesso. Espero que ocorra o mesmo nas Olimpíadas”, destacou #Michel Temer, em entrevista à RBS, nesta sexta-feira, 29.

Temer inclusive defendeu a recente ação da Polícia Federal no país, que prendeu 12 suspeitos de ligação com o terrorismo. Inclusive um criador de galinhas, de Morro Redondo, do Rio Grande do Sul, acabou detido pelos agentes de segurança.

Publicidade