Nesse domingo, 3, o deputado federal Jair Bolsonaro ganhou diversas manifestações a seu favor, bem como em repúdio a decisão do Supremo Tribunal Federal. Em Brasília, um grupo de pessoas, juntamente com a procuradora de justiça e advogada, Bia Kicis, fizeram protestos em frente ao prédio do STF.

O objetivo da #Manifestação não é apenas mostrar apoio ao deputado, mas repudiar o Supremo que deixou de cumprir com um princípio constitucional ao acatar a denúncia feita pela deputada federal Maria do Rosário.

Bia gravou um vídeo e divulgou nas redes sociais onde fala da manifestação na capital do Distrito Federal e reclama do Superior Tribunal, que desrespeitou o princípio da imunidade parlamentar.

Publicidade
Publicidade

A advogada tem se destacado na defesa de um país mais justo e que respeite as leis em vigor.

Além disso, a advogada Bia Kicis também é uma das autoras do pedido de impeachment de Rodrigo Janot e recentemente venceu uma ação indenizatória contra o deputado federal Jean Wyllys, que fez uma publicação na internet em que insinuava que a mesma havia se encontrado com Eduardo Cunha para receber algum recurso ilegal. O parlamentar foi condenado a pagar mais R $44 mil para Kicis e a excluir a publicação polêmica.

Abaixo segue o vídeo feito pela advogada no fim da manhã desse domingo:

Manifestações a favor de Jair Bolsonaro

Outras manifestações já aconteceram e outras devem se estender até o início da noite em diferentes cidades do Brasil. Na capital paulista o deputado federal e filho de Jair Bolsonaro, Eduardo, gravou um vídeo em que confirmou sua presença no evento e convidou a população para participar do ato, bem como deu mais explicações sobre as motivações do evento.

Publicidade

Segue o vídeo:

As manifestações ocorrem nas principais capitais, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Fortaleza. Pela internet participantes divulgam vídeos e fotos dos atos. No Rio, logo pela manhã o ato a favor do deputado contou com a presença do mesmo e de seu filho, o deputado estadual e pré-candidato à prefeitura do Rio, Flavio Bolsonaro. #Protestos no Brasil #Câmara dos Deputados