Na quinta-feira (21), Romário abandonou a disputa à prefeitura do Rio de Janeiro e o cargo de presidente do #PSB-RJ, alegando que o seu nome não teria um índice de aceitação satisfatória.

Após entregar o seu cargo como presidente regional do partido, o deputado Hugo Leal foi nomeado em seu lugar.

O Presidente Nacional do partido, Carlos Siqueira, reclamou, em rede nacional, dizendo que houve muitos interessados na candidatura e que agora a nova direção fará a condução das negociações políticas, além de desacreditar na candidatura do senador Romário.

Em uma das perguntas, o político Carlos Siqueira foi questionado sobre a permanência de Romário no partido do PSB, ao que respondeu: “isso tem que perguntar para ele”.

Publicidade
Publicidade

Era conhecimento nacional a pré-candidatura de Romário, no entanto, há afirmações de que continuava a ter contato com outros partidos, chegando até a marcar uma reunião com Carlos Roberto Osório, pré-candidato pelo PSDB, e com o senador Aécio Neves, mas esse encontro acabou sendo cancelado.

Saiba mais sobre a história

Apesar de não sabermos o porquê da decisão de Romário, há várias divergências que ocorrem por trás do cenário político, uma delas aconteceu no final de 2015, quando o senador foi retirado do cargo de presidente regional, por comando do Siqueira.

Retomando o seu cargo em fevereiro deste ano, um acordo acontecia através do PSB nacional, afiliando Crivella ao grupo partidário, mas, por algum motivo, o acordo não foi concluído.

Marcelo Crivella tem grandes índices de aprovação pelo povo e somente concordaria em participar da corrida pela prefeitura do Rio, se o Senador Romário estivesse de acordo, diante do impasse, afirmaram que a decisão seria tomada mais adiante.

Publicidade

No final da história, o Senador Marcelo Crivella ficou em seu partido sendo eleito pelo PRB.

Isso tudo aconteceu porque, naquele afastamento que aconteceu em dezembro, o partido estava insatisfeito com a postura nas negociações que Romário fazia em relação às eleições do Rio.

A prefeitura do Rio já tem alguns candidatos, veja quem são:

  • Pedro Paulo, do PMDB;
  • Marcelo Freixo, do PSOL.

Ainda faltam alguns nomes, mas espera-se que sejam aprovados mais 6 candidatos, que são: #PMDB

  • Alessandro Molon (Rede);
  • Índio da Costa (PSD);
  • Carlos Osório (PSDB);
  • Marcelo Crivella (PRB);
  • Jandira Feghali (PC do B);
  • Flávio Bolsonaro (PSC).