Nesta última segunda-feira (29), Aécio recebeu um e-mail com mensagem de ameaça de morte. O título era sobre um “Aviso” e a mensagem pedia que renunciasse, caso contrário ele e a toda a sua família estariam correndo riscos de morte.

Além da ameaça, Aécio também foi chamado de “canalha asqueroso”.

Mensagem de ameaça de morte circula entre parlamentares

Além de Aécio, mensagens com mesmo teor foram enviadas a outros parlamentares que fazem parte do processo de impeachment. Entre os que receberam tal ameaça está o deputado Antonio Imbassahy, líder do #PSDB na Câmara. Porém, para ele, isso tudo não passa de uma “molecagem”.

Publicidade
Publicidade

Outro que também foi ameaçado, assim como seus colegas tucanos, por e-mail, foi Eunício Oliveira, senador do Ceará e líder do PMDB no Senado. Oliveira ainda disse que nesta terça-feira (30) recebeu outra ameaça, mas dessa vez foi por celular, onde ameaçaram seus filhos.

O senador Antonio Anastasia, do PSDB de Minas, está na lista dos “ameaçados”. Ele faz parte da comissão especial como relator, assim como também é o autor do documento que defende que a petista seja afastada definitivamente. Para Anastasia, receber uma mensagem assim não o assusta, porém ele confessa não ser bom recebê-la.

PM investiga as mensagens

Conforme foi informado pela #Polícia Federal hoje, dia 30, será aberto um inquérito que irá investigar todas essas ameaças de morte, principalmente a recebida por Aécio. Além de enviar ao senador do PSDB de Minas Gerais a ameaça contra ele e toda sua família, o autor da mensagem enviou uma foto de um jovem morto e coberto de sangue.

Publicidade

O senador Aécio recebeu essa mensagem no mesmo instante em que iniciou suas perguntas direcionadas para a presidente afastada Dilma, nesse último dia 29, durante a sessão de julgamento do processo de impeachment. Ele ainda disse que deixou nas mãos da PF para que investigue e encontre a autoria da ameaça.

Para a sua segurança, Aécio agora está sendo escoltado por vários policiais fortemente armados e a ordem é acompanhá-lo onde ele for. #Blasting News Brasil