Nas redes sociais, muitos petistas estão fazendo graves ameaças contra a advogada Janaína Paschoal, conhecida em todo o país por fazer a acusação de Dilma Rousseff no processo de impeachment. Alguns dos comentários chegam a atentar contra a vida da jurista, que também dá aulas na Universidade de São Paulo. À mídia, Paschoal disse que é a favor dos protestos, mas que tem receio de certas coisas que estão acontecendo durante o processo que deve levar à deposição a companheira política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

No mês passado, por exemplo, depois de mais uma sessão do Senado Federal na Comissão do Impeachment, Janaína precisou pregar um avião e ir para São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Ainda no aeroporto de Brasília, ela foi fortemente hostilizada. O grupo formado por defensores de Dilma por vezes parecia que iria agredir a professora. Por isso, muitas pessoas que estavam no local fizeram a defesa da mulher que trabalha com o que acredita. De acordo com informações do portal 'Folha Política' em matéria publicada nesta terça-feira, 23, depois do que ocorreu na internet e presencialmente, a segurança será reforçada nessa semana no aeroporto de Brasília.

A nota publicada no site diz que a Inframérica se posicionou e solicitou ao Senado Federal para saber quais serão os dias e horários em que os voos de Janaína chegam à capital federal. O objetivo é evitar que outras pessoas possam de alguma maneira criar qualquer tipo de confusão. A Inframérica é a empresa que cuida da administração do aeroporto.

Publicidade

Com um esquema especial, janaína deve ficar mais protegida de qualquer coisa que lhe possa aconteceu. 

Por conta do seu trabalho na política brasileira, Paschoal já deveria ter essa segurança desde o início. No entanto, por diversas vezes, ela não aceitou o benefício, dizendo que era uma pessoas comum. O filiado ao PSC Alexandre Frota chegou a publicar em sua página na internet que lutadores fariam a segurança da advogada, mas isso só teria ocorrido poucas vezes e apenas no aeroporto de São Paulo.  #Janaína Paschoal #PT