O quarto dia do julgamento do impeachment de Dilma Rousseff será marcada pelo depoimento da própria ré. Dilma poderá falar por meia hora, prazo prorrogável pelo tempo que o presidente da sessão, Ricardo Lewandowski, achar necessário.

Após o depoimento, tanto Lewandowski, quanto todos os 81 senadores e advogados de defesa e acusação poderão interrogar Dilma por cinco minutos cada. Os senadores que farão perguntas para Dilma tiveram até as 7h de hoje para se inscreverem.

Após o período de questionamentos, inicia-se a fase de debates, onde cada senador dispõe de dez minutos para discursar contra ou a favor do afastamento definitivo de Dilma.

Publicidade
Publicidade

Os advogados de ambas as partes possuem uma hora e meia para conferir um parecer final. Ao término, Lewandowski deve apresentar um resumo do que foi dito pela defesa e pela acusação. Essa fase pode terminar só pela madrugada ou a sessão pode ser suspensa para continuar no dia seguinte, dependendo do andamento dessa segunda-feira, 29.

Com resumo apresentado, inicia-se a votação. Esta, por sua vez, é aberta, eletrônica e nominal, assim como nas votações anteriores. O resultado final do #Impeachment ou absolvição de Dilma sairá entre terça-feira, 30 e começo da madrugada de quarta-feira, 31.

Ambas as partes interessadas da lide proposta podem ter perdido um voto cada. Isso porque o senador pró-impeachment, Wellington Fagundes, precisou ser internado com diverticulite, após passar mal na oitiva de testemunhas desse final de semana.

Publicidade

Já Telmário Mota, que era defensor de Dilma, declarou que tem se sentido traído pelo PT por conta de uma eleição em Boa Vista e por isso, poderá mudar o seu voto.

Grupos contra e pró-impeachment já se mobilizam em Brasília. Em São Paulo, existem eventos agendados para comemorar o impeachment, caso ele se consuma. Grupos com histórico de invasão a propriedade privada e violência contra agentes de segurança pretendem ir para as ruas protestar contra o impeachment. Órgãos de segurança pública preparam ações preventivas e repressivas para conter atos que extrapolem a ordem pública.

Abaixo você acompanha, ao vivo, a transmissão do julgamento de #Dilma Rousseff. A sessão do dia deve demorar cerca de 12 horas.

#Senado Federal