Nesta quarta-feira, 03, o Ministro da Cultura, Marcelo Calero, de 32 anos, deu uma entrevista para o site da 'TV Veja', que faz parte da revista de mesmo nome. Na conversa, ele fez graves críticas à gestão anterior, comandada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) durante o governo da presidente afastada Dilma Rousseff. Calero disse que a Cultura estava uma bagunça, sem qualquer orçamento, dívidas e com editais publicados. O Ministro conta que foi convidado a ir para o Ministério pelo Ministro da Educação Mendonça e que agora tenta ajudar o presidente em exercício Michel Temer, do PMDB, mas que o trabalho é complicado. "O Ministério era organizado para organizar a base do PT", criticou ele. 

Para tentar corrigir os erros, Calero e Temer estariam fazendo primeiro um trabalho para sanar as dívidas deixadas pelo governo anterior.

Publicidade
Publicidade

Marcelo disse que está tentando negociar todas as dívidas e que até o final do ano deve ter uma dívida reduzida, somando todas as áreas em até 500 milhões. Hoje as despesas só para pagar o que é devido ultrapassa o patamar bilionário. "Temos uma missão muito grande de reconstruir o Ministério. Se nós fizermos uma força muito grande, mesmo com o baixo orçamento a gente consegue fazer muita coisa", disse o homem que trabalhou durante anos na Secretaria cultural da cidade do Rio de Janeiro, que agora recebe a Olimpíada.

Em seguida, Calero deixou ainda mais claro como Dilma prejudicou a cultura. Ele diz que durante o governo dela muitas rodas de conversas eram feitas, mas sem qualquer qualificação. Esse tipo de evento, de acordo com ele, acabava gastando milhões de reais, mas não serviam de nada, pois não tinham qualquer objetivo claro.

Publicidade

Ele acusa o PT de usar a pasta para tentar aparelhar sua política em todo o país. Essa foi uma das mais duras críticas feitas pelo Ministro ao governo Dilma. 

O Ministro também falou sobre a Operação 'Boca Livre' da Polícia Federal, que investiga projetos ligados à Lei Rouanet. Para ele, todos os culpados devem ser punidos.  #Impeachment #PTB