A #Polícia Federal notou contradição em declarações feitas por #Lula durante seu depoimento na Operação Aletheia, em março deste ano. Ao juntar informações, os investigadores perceberam que as informações ditas pelo ex-presidente vão em sentido contrário com as mensagens colhidas pela Operação Lava Jato.

No dia 04 de março Lula foi levado para depor pela Polícia Federal e afirmou que não conhecia o empresário Paulo Gordilho, que é ligado à empreiteira OAS. Gordilho é alvo da Operação Lava Jato, onde é analisado o seu envolvimento no pagamento de benfeitorias no sítio de Atibaia e no triplex do Guarujá. Segundo investigações, a OAS e a Odebrecht foram as responsáveis em conduzir as obras nas propriedades. 

A Polícia Federal apontou em seu relatório uma grande proximidade entre Gordilho e Lula, porém Lula disse, em seu depoimento, que não conhecia o executivo.

Publicidade
Publicidade

No depoimento o delegado pergunta a Lula: "O senhor conhece Paulo Gordilho, ex-diretor da OAS Empreendimentos?". Lula responde não e faz sinal negativo com a cabeça.

Em outro trecho do depoimento, o delegado volta a questionar o ex-presidente e pergunta se ele sabe informar se o ex-diretor Paulo Gordilho tem alguma relação com o imóvel triplex do Guarujá. Lula disse mais uma vez que não.

Contradição

O que está causando estranheza nisso tudo é que a PF tem mensagens em que Gordilho revela um encontro na fazenda de Lula e lá estariam presentes, além dele e do ex-presidente, Léo Pinheiro e a mulher de Lula, Marisa Letícia. A intenção deste encontro é tratar sobre as obras da propriedade.

O executivo Paulo Gordilho também relata em uma mensagem para sua filha, um segundo encontro com Marisa Letícia para tratarem os mesmos assuntos.

Publicidade

O executivo pede para a filha "sigilo absoluto" do encontro. E em um outro trecho, Gordilho comenta: "Ele quer uma coisa e Marisa quer outra, e lá vai eu e o Léo ajudar a resolver".

Diante dessas investigações, a PF vê uma certa proximidade entre Lula e Gordilho. Existem outros trechos em que o executivo vai à um churrasco na casa de Lula e bebe cachaça com o chefe.

Defesa

Os advogados de Lula deram uma nota dizendo que Lula não tem nada a ver com o sítio e nem com o triplex e que ele não é obrigado a se lembrar de todos os nomes que o delegado perguntou.  #Corrupção