O atual Presidente do Senado, Renan Calheiros, visitou, nessa sexta-feira, dia 19 de agosto, a Presidente afastada #Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada, a menos de uma semana do início do julgamento e votação do Senado relacionado com o seu impeachment. Tal como afirma o site da “Globo”, Renan decidiu ter uma reunião com Dilma para explicar todos os detalhes da primeira sessão no Senado, onde a ex-Presidente vai ter que apresentar seus argumentos durante um período de 30 minutos para todos os senadores que vão avaliar todo seu processo.

Depois de ter sido afastada como Presidente da República, Dilma Rousseff, juntamente com seu advogado de defesa no julgamento e de várias testemunhas, que incluem antigos ministros brasileiros, sabe que seu primeiro grande teste de fogo será no próximo dia 25 de agosto, quando irá se apresentar no Senado à frente dos juízes do processo e apresentar seu primeiro discurso, que poderá ser crucial para o desfecho que Dilma pretende.

Contudo, e de uma forma surpreendente, quando faltam exatamente seis dias para o início do julgamento decisivo para o futuro político e pessoal de Dilma Rousseff, a petista recebeu a visita do Presidente do Senado, com o principal objetivo de deixarem tudo muito esclarecido acerca de todo o processo que se vai iniciar na próxima semana, contando também com a presença dos antigos ministros Nelson Barbosa e José Eduardo Cardozo, todos essenciais para a defesa de Dilma, na mesa de reuniões no Palácio da Alvorada, tal como informa o portal de notícias online da “Globo”.

Publicidade
Publicidade

Apesar da conversa inocente e informativa, muitos brasileiros já usaram as redes sociais para garantir que esses não foram os verdadeiros motivos para o encontro surpreendente dos dois antigos “aliados”, garantindo que essa reunião é um choque total para todo o Brasil que pretende que Dilma Rousseff seja julgada pelo Senado da forma mais clara e limpa possível, sendo que suas ligações com o Presidente do Senado acabem por beneficiar, de alguma forma, a decisão final dos juízes do caso acerca do seu impeachment. #Justiça #Senado Federal