A presidente afastada, #Dilma Rousseff, deve ser intimada na tarde dessa sexta-feira, 12, quando será informada do andamento do processo do #Impeachment. Por 59x21, o processo do impeachment de Dilma foi a julgamento, já marcado para o dia 25 de agosto.

Ricardo Lewandowski enviará um oficial de justiça até o Palácio da Alvorada, residência oficial de Dilma, para intimá-la. Entretanto, ela não é obrigada a comparecer, podendo ser representada por José Eduardo Cardozo.

Roteiro do julgamento de Dilma

No início da próxima semana, Lewandowski e Renan Calheiros se reunirão com outros senadores para definirem o roteiro do julgamento de Dilma, que deve durar cinco dias.

Publicidade
Publicidade

Juntos, devem estipular os horários de início e suspensão de cada dia da sessão de julgamento.

A fim de agilizar ao máximo a decisão do impeachment, Miguel Reale Junior, um dos autores do pedido de impeachment de Dilma, afirmou que a acusação não utilizará as seis testemunhas a que tem direito, e que só devem convocar entre duas e três pessoas para depor durante o julgamento.

Já a defesa de Dilma Rousseff, informou que usará as seis testemunhas. Mesmo que ainda não tenham definido quem será convocado para depor, a defesa não descarta chamar Ivan Cláudio Marx, que é procurador do Ministério Público Federal e que concluiu que as pedaladas fiscais não são crime.

Primeiro evento oficial de Michel Temer

Se Dilma for condenada ao impeachment, Michel Temer viajará para a China no começo de setembro para participar de uma importante reunião com a cúpula presidencial do G-20.

Publicidade

Este será seu primeiro evento como presidente do Brasil e não como interino.

Antonio Anastasia, Ana Amélia e especialistas afirmam que é pouco provável que Dilma consiga evitar o impeachment no final desse mês. Quando foi afastada, recebeu 55 votos, já para ir a julgamento, a presidente afastada recebeu 59 votos. Mesmo após as diversas tentativas de Dilma, Lula e senadores da bancada da esquerda em tentarem convencer outros senadores em votar contra a saída de Dilma, o número de adeptos ao impeachment só aumentou. Por isso, muitos acreditam que a saída definitiva de Rousseff seja apenas uma questão de tempo. #Senado Federal