Candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSDB, o empresário João Doria já assumiu a postura de "coxinha". Ele já chegou até a fazer um registro fotográfico ao lado do saldado que dá o nome de políticos ditos de direita. Até aí tudo bem, mas o apresentador também tem virado piada na internet por aparecer fazendo cara feia comendo comida de pobre. Não faltam memes de João Dória parecendo odiar o famoso café com leite de bar ou então não gostando nadinha de um pastel frito, ao estilo gorduroso. A perseguição com as caras e bocas do candidato a prefeito da maior cidade do país fez a assessoria de imprensa dele tomar uma atitude grave e polêmica, que está dividindo opiniões. 

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, através da Coluna Painel publicada neste domingo, 21.

Publicidade
Publicidade

A coluna diz que a assessoria do candidato agora quer proibir que ele seja fotografado comendo. Um dos auxiliares do tucano, inclusive, teria enviado uma mensagem para jornalistas com o pedido especial. Então que fique entendido, enquanto ele estiver comendo não podem ter fotos registradas ou feitas filmagens. A careta do pastel, é claro, está sendo usada por adversários. O jeito único de Doria em se alimentar tem cativado a concorrência, que já até postando fotos felizes com o famoso pastel.

Mensagem polêmica

É bom dizer que João Doria não é o único que toma a tal medida. Essa postura de comer em recintos populares é extremamente comum em campanhas e tem o objetivo de dizer que o candidato é gente com a gente, do povo e que quando eleito irá em todos os locais da cidade. Não comum, no entanto, são tantas caretas ao comer um simples pastel.

Publicidade

O pedido da assessoria do homem conhecido pelos programas de economia foi enviado via WharsApp. 

O pedido diz ainda que Doria terá o prazer de atender a todos os jornalistas, mas que gostaria de privacidade nesse momento único. É claro que a solicitação também virou motivos entre comentários dos jornalistas que cobrem a campanha, que promete ser extremamente acirrada.  #Eleições