A faixa presidencial sumiu e há quem acredite que a presidente afastada Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), a tenha escondido. A votação contra a petista acontece no fim de agosto. Com isso, Michel Temer, do PMDB, terá que assumir o cargo mais importante do país. Ele será o presidente de número 37 em nossa história a ficar efetivamente no cargo. O problema é que segundo informações da Revista Veja em reportagem publicada neste sábado, 13, a faixa sumiu. De acordo com a publicação, já existe até uma auditoria dentro do Tribunal de Contas da União, o TCU, para ver onde o artigo político foi parar. Ao todo 4.500 itens do patrimônio da presidência sumiram. 

O que se investiga agora é se houve extravio ou se os bens foram realmente roubados.

Publicidade
Publicidade

Obras de arte, peças de decoração, objetos domésticos, computadores e material de escritório sumiram. O que todo mundo se pergunta é que fim levou tudo isso. Lembrando que muitos dos bens acabam sendo presentes, que durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram autorizados de serem dados aos chefes de estado. Ele mesmo ganhou obras de arte e até uma coroa de rei feita de ouro e com joias cravejadas. 

Curiosamente, o sumiço da faixa e de outros bens foi descoberto em outra auditoria, que nem tinha essa finalidade. Lembrando que um cofre de Lula foi achado neste ano durante a operação Lava-Jato. Ao todo, ele recebeu 568 presentes, bem mais do que Dilma, que teria sido beneficiada com 163 condecorações, lembrancinhas e joias. Desses todos, apenas seis foram integrados ao patrimônio brasileiro, o que gerou certa crítica. 

O sumiço dos objetos catalogados como patrimônio público gerariam um prejuízo de pelo menos R$ 6 milhões.

Publicidade

Michel Temer pode ter que mandar fazer uma faixa presidencial exclusiva, caso a tradicional, confeccionada na redemocratização do país, não seja encontrada. O assunto tem gerado muito burburinho nos bastidores da política brasileira. E aí, quem levou a faixa? Será que ela realmente foi escondida?  #PT #Dilma Rousseff