O general Paulo Chagas, atualmente integrando a reserva e presidindo a organização TERNUMA - Terrorismo Nunca Mais - publicou nesta terça-feira, 23, uma mensagem em seu Facebook oficial criticando o posicionamento do Ministro do Supremo Tribunal Federal (#STF), Gilmar Mendes. O General diz que Gilmar saiu correndo e não entende porque ele estaria defendendo o que chamou de "petista", fazendo uma referência ao Ministro Dias Toffoli. O magistrado virou alvo de uma delação premiada feita pelo executivo Léo Pinheiro, da empreiteira OAS, na qual ele aparece como tendo recebido engenheiros da empresa em sua casa, que precisava de uma reforma. 

“Quando você tem uma concentração de poderes você tende a isso, a que um dado segmento, que detém esse poder, cometa abusos", pondera Paulo Chagas, que decide fazer um questionamento ao Ministro, insinuando que até mesmo no judiciário existiriam ladrões. "E quando se tem uma concentração nunca vista de ilícitos, roubos, ladrões e comparsas nos três poderes da república, quem comete abusos?", diz o General reformado na publicação.

Publicidade
Publicidade

Não demorou muito para que Paulo Chagas recebesse inúmeros de comentários que mostravam concordar com ele. Veja a seguir alguns deles:

"Perfeito, General! Quando há essa concentração que o Sr. citou todos correm para encobrir os malfeitos uns dos outros, contra o risco de serem os próximos denunciados."

"Na sua citação sobre cemitérios, #gilmar mendes esqueceu de falar que os cemitérios também estão cheios de covardes e pulhas como esses covardes do STF.'.

"E agora que esta provado o comprometimento do judiciário ? O que os militares vão fazer a respeito ? Vão dizer que as entidades ( três poderes ) ainda estão funcionando ?". 

"Ninguém da grande mídia fala sobre o FORO DE SÃO PAULO... O stf e o mpf estão reféns desse órgão criado pelo LULA e FIDEL CASTRO".

Veja abaixo a publicação feita pelo Militar que está provocando muita polêmica nas redes sociais.

Publicidade

Aproveite e comente mostrando sua opinião sobre mais esse episódio: