O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta segunda-feira, 01, comentar o pedido do ex-presidente Luiz Inácio da Silva à Organização das Nações Unidas (ONU) em reclamar sobre a atuação do juiz federal Sérgio Moro em relação ao trabalho da Lava-Jato. Ele esculachou a postura do petista dizendo que essa foi muito precipitada do companheiro da presidente afastada #Dilma Rousseff, que solicitou socorro ao departamento dos Direitos Humanos. #Lula argumentou que o juiz federal Sérgio Moro estava cometendo abuso de poder. 

Lula enviou o pedido no último dia 18 e disse que Sérgio Moro não tinha imparcialidade. Ele também criticou os demais procuradores da Lava Jato.

Publicidade
Publicidade

Gilmar Mendes alega que a atitude do ex-presidente mostra que não existe uma lógica no campo da política, onde o ex-líder sindical parece atual com maestria. A alfinetada continua e o Ministro da mais alta corte jurídica do país diz que o problema de Lula não é  com a Justiça, mas com sua índole política. A fala de Gilmar foi dada com destaque pelo site 'Diário do Poder' e teria sido manifestada quando ele chegou para abrir o semestre no Judiciário da mais alta corte do país. 

Gilmar lembrou ainda que Lula não é o único investigado da Lava-Jato, mas que tem agido como se houvesse uma perseguição contra ele. Dias depois da notícia do pedido dos advogados do ex-presidente à ONU, a Justiça Federal solicitou que ele virasse pela primeira vez réu na Lava-Jato. A acusação é que ele tentou a obstrução das investigações, ao tentar comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobrás, Nestor Cerveró.

Publicidade

Lula nega que tenha tentado qualquer ato ilegal. 

Não é a primeira vez que o petista vira alvo da operação comandada por Sérgio Moro. Em março deste ano, ele chegou a ser obrigado a ir até a Polícia Federal para prestar depoimentos. Naquela oportunidade, Lula negou novamente que estivesse a agir ilicitamente. Os indícios de seu poder para travar as investigações também foram traçados pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot.  #PT