O governo da Alemanha anunciou que fará uma #Guerra contra o terror e mandou a população estocar alimentos e remédios urgentemente. O ultimato assustou muitas pessoas e acontece pela primeira vez desde o fim da chamada 'Revolução Pacífica', que derrubou em 1989 o Muro de Berlim. Desde a queda do muro, a população não tem mais o costume de guardar alimentos em grande quantidade. Quase 30 anos depois, no entanto, o #Governo local pede que todos tenham sempre comida e água que dure pelo menos dez dias. A informação ganhou destaque no Brasil em uma ampla reportagem realizada pelo jornal 'O Estado de São Paulo'. 

O motivo seriam os ataques terroristas que atingem todo o mundo.

Publicidade
Publicidade

Recentemente, as cidades de Würzburg, Munique, Reutlingen sofreram com o terror, na maior parte das vezes orquestrado pelos chamados lobos solitários do maior grupo que ameaça o ocidente, o 'Estado Islâmico'. O pedido de estocar remédio, água e comida foi capa do de domingo, 21, do jornal “Frankfurter Allgemeine Zeitung” e também confirmada por uma emissora de televisão local. A estratégia faria parte da 'Defesa Civil' e aprovada por Angela Merkel. 

Segundo o jornal, Merkel falará à imprensa nos próximos dias para fazer um anúncio histórico a respeito deste fato. O hiato de informações tem deixado alemãs e pessoas em todo mundo com medo. Não demorou muito para que surgissem as chamadas teorias da conspirações, falando que o país, conhecido por liderar guerras estaria desconfiando de uma possível III Guerra Mundial.

Publicidade

No entanto, o jornal e a emissora local falam mesmo de prevenção à uma guerra contra o terrorismo. A matéria diz que cada cidadão será responsável pela própria segurança e que os mais fortes devem cuidar dos mais fracos. 

Isso, é claro, até que as forças estatais cheguem aos possíveis lugares atingidos pelos ataques terroristas. Por conta das guerras, a maior parte das construções alemãs tem porões, usados como abrigos contra bombas. Os mais fortes e maiores costumavam ser escolhidos como referência nas cidades para que a população se protegesse de ataques aéreos.  #Alemanha