Um artigo escrito no fim do mês passado por um jornalista venezuelano está abalando as estruturas daquele país. No texto escrito para o portal 'Noticiero Digital', um dos mais acessados na região, mesmo com a dificuldade de acesso à internet, o jornalista Gustavo Tovar-Arroya, diz que Nicolás Maduro, atual presidente da #Venezuela e considerado por muitos um ditador durão, teria no passado um relacionamento amoroso com o ex-todo poderoso daquele país, Hugo Guávez, que manteve estreitas relações com o Brasil na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

O artigo fez tanto sucesso que nessa semana ganhou espaço em blogs brasileiros.

Publicidade
Publicidade

Apesar da revelação do suposto romance entre os dois políticos, o repórter não traz uma prova cabal de que isso realmente tenha acontecido. Ao portal de notícias muito popular, o repórter conta que já escreveu um artigo parecido há anos, mas que a situação crítica que vive atualmente a Venezuela, com crise econômica exacerbada, inflação chegando aos três dígitos e faltando até mesmo comida e remédios, fez com que ele redigisse e atualizasse o texto que virou motivo de piada e choque entre os venezuelanos.

Não demorou muito para que fotos verdadeiras e montagens fossem usadas politicamente contra Maduro, como se o fato de sua suposta homossexualidade às escondidas implicasse em algo ruim para ele governar. Na morte de Chávez, Nicolás chegou a chorar em público e acabou se afastando dos holofotes por um certo tempo O presidente também disse que o amigo 'íntimo' morto já apareceu para ele depois de morto na forma de um passarinho.

Publicidade

Recentemente, Maduro voltou a polemizar com o Brasil. Ele criticou a postura de nosso país e do Ministro das Relações Exteriores, José Serra, do PSDB, em tentar evitar que o seu país presida o Mercosul. O grupo econômico ficaria interinamente sobre o poder da Venezuela, o que Serra vê como inaceitável. O Ministro disse que faria tudo o possível para impedir que isso venha a acontecer e lembrou que a nação de esquerda não consegue gerenciar a si própria.  #Política