Depois de quase três semanas sem grandes notícias no mundo da política por conta da Olimpíada, o final dessa semana começa extremamente movimentado. Nesta quinta-feira, 25, por exemplo, começou a sessão oficial do julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff. Já começaram a ser ouvidas as testemunhas de acusação e defesa da representante do Partido dos Trabalhadores (PT). A advogada de acusação da companheira do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Janaína paschoal, aproveitou a mídia em torno de todo o processo para fazer uma revelação chocante. A mulher que também é professora de direito da Universidade de São Paulo (USP) contou que está sendo acusada por Dilma e por Senadores de ter recebido dinheiro e ter ligação com o PSDB. 

Dilma fez tal declaração em entrevista exibida no domingo, 21, no 'Conexão Repórter', do SBT.

Publicidade
Publicidade

Janaína pediu respeito e que não tentassem dizer que receber dinheiro legalmente seria cometer uma atitude criminosa, já que tudo o que ela fez e recebeu é sabido por todos. Ela aproveitou para negar que tenha recebido um centavo sequer para participar do processo. Paschoal lembrou que é uma advogada e que isso a daria total direito de ser remunerada para acusar ou defender Dilma ou qualquer pessoa. Por isso, ela não teria qualquer vergonha ou pudor de contar que a remuneração realmente aconteceu. 

"É sabido que eu não fui contratada por partido nenhum, não recebi remuneração nenhuma para fazer esse trabalho, as despedas todas de viagem são por minha conta", informou a advogada que ficou conhecida em todo o país por conta do seu temperamento emocional ao debater ideias. Ela voltou a pedir respeito aos Senadores e a Dilma.

Publicidade

De acordo com a profissional da justiça, o PSDB não a contratou para fazer o oferecimento de nenhuma denúncia e que o que o #PT está plantando na imprensa é uma grande inverdade. 

A profissional da Justiça usou um estatuto da OAB, a Ordem dos Advogados do Brasil, para ter garantia de expressar sua revolta no Senado Federal, dizendo também que fez o pedido do impedimento ao lado do fundador do próprio PT, Hélico Bicudo.  #Dilma Rousseff #Impeachment