Para o Procurador da República Ivan Cláudio Marx, aquele que tornou réu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por atrapalhar as investigações da Lava-Jato, o representante do Partido dos Trabalhadores (PT) é o chefe da organização criminosa que ajudou a assaltar os cofres públicos e consequentemente os brasileiros. O Procurador fez a denúncia na Justiça Federal de Brasília ainda na sexta-feira, 20. Agora o companheiro político da presidente Dilma Rousseff tem vinte dias para se defender das acusações. #Lula não só nega qualquer envolvimento, como disse que é a Justiça que vai ter que provar que ele é o culpado das acusações. 

No texto que teve repercussão nacional, o procurador vai além e diz que o ex-Senador Delcídio Amaral, agora sem partido, durante suas delações, mostra como Lula agia como o chefe da organização criminosa que tentou comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobrás, Nestor Cerveró.

Publicidade
Publicidade

Cerveró também comentou que o petista tentou influenciar em seus depoimentos. Os relatos dos dois foram importantes para que a Justiça tornasse o político réu. Agora o político vai ter que prestar explicações sobre todas essas acusações. 

O fato de Lula ser pela primeira vez réu na Lava Jato acabou sendo eclodido um dia depois da notícia dele ter pedido ajuda à Organização das Nações Unidas (ONU) contra a atuação do juiz federal Sérgio Moro, alegando que esse estava a agir sem imparcialidade e usando de artifícios ilegais como perseguição contra ele, como as interceptações telefônicas, uma delas envolvendo a presidente afastada Dilma Rousseff. O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) endossou os argumentos do petista e disse que se Moro fizesse isso na Justiça dos Estados Unidos ele receberia pena de morte. 

Agora Lula tem várias acusações formais contra ele.

Publicidade

Além da Lava-Jato em si, outro problemão na vida do petista é a investigação do Ministério Público do Estado de São Paulo sobre a compra de um Tríplex no Guarujá, litoral paulista. Ele também nega que seja o proprietário do local.  #PT