O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não está em seus melhores dias da política. O primeiro operário a chegar à presidência tentou processar o jornal 'O Globo', mas acabou se dando mal. Ele não gostou de uma coluna assinada pelo jornalista Merval Pereira e pediu o chamado direito de resposta. A publicação comentava que o Partido dos Trabalhadores (PT) fazia ataques a outras legendas e ao juiz Sérgio Moro como se eles não tivessem nenhuma relação com o crime que chocou o Brasil. Merval diz que a maior estatal brasileira foi dilacerada durante a gestão do petista. Ele ainda argumentou que o companheiro político da presidente afastada #Dilma Rousseff seria uma espécie de chefe da quadrilha que está roubando os brasileiros. 

O ex-presidente não gostou nada dos comentários de Merval Pereira e solicitou que seus advogados correrem atrás de um espaço obrigatório no jornal. O juiz Anderson Fabrício da Cruz analisou o pedido e negou que o grupo Globo tenha que dar espaço para o político.

Publicidade
Publicidade

O magistrado lembrou que apesar dos ataques serem duros, Merval apenas falou sobre o que já era de conhecimento público, contido em uma delação premiada do ex-deputado federal Pedro Corrêa. Anderson escreveu também que o assunto está presente nos mais variados veículos do país.

No processo, os advogados do presidente disseram que o que Merval escreveu não era verdadeiro, mas o juiz entendeu que em nenhum momento o colunista teve a intenção de difamar o líder petista. O magistrado lembrou que a Constituição brasileira dá espaço para que as pessoas possam argumentar sobre fatos verdadeiros. O juiz não  só não concedeu o espaço, como ainda mandou o ex-presidente pagar os advogados da Globo. As despesas nem foram tão salgadas assim, chegando a R$ 2 mil, mas o assunto é de impressionar qualquer um.

Publicidade

Não é a primeira vez que o político tenta direito de resposta do maior veículo de comunicação do país. Até hoje, ele não conseguiu muito êxito nessa empreitada e perdeu uma quantidade significativa de dinheiro.  #PT #Lula