Desde o início das investigações da Operação Lava-Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e toda sua família são suspeitos de serem donos de algumas propriedades polêmicas. Uma delas é o sítio Santa Bárbara, localizado na cidade de Atibaia, em São Paulo. Os petistas negam que sejam os proprietários do local e que só usam o sítio por esse ser de amigos pessoais. No entanto, nesta quarta-feira, 17, o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo pessoal do companheiro político da presidente afastada #Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT). 

Segundo Bumlai, a ex-primeira-dama do Brasil, Marisa Letícia, apesar de dizer não ser dona do sítio Santa Bárbara, não estava satisfeita com o espaço e queria uma grande reforma urgente.

Publicidade
Publicidade

Ela teria dito a ele que o local era para ser utilizado nos fins de semana. O pecuarista fez as revelações em depoimento à Polícia Federal. Bumlai enfrenta um cancêr e está bastante debilitado, mostrando agora que não vai mais ficar calado em relação a tudo o que sabe. Para deixar o depoimento, o pecuarista precisou da ajuda dos advogados, tentando exibir assim que sua saúde realmente não anda nada bem. 

Para os investigadores da Lava-Jato, o tal sítio realmente foi comprado pela família de #Lula no ano de 2010 pelo valor impressionante de R$ 1,5 milhão. Segundo o pecuarista, ele esteve no espaço pouco depois da compra a pedidos de #Marisa Letícia e Fernando Bittar. Na ocasião, o sócio do filho do ex-presidente da república informou que o imóvel foi comprado com dinheiro do pai e que Marisa queria uma reforma.

Publicidade

Ele então teria indicado um amigo engenheiro para fazer as mudanças necessárias no espaço.

Marisa não teria gostado do engenheiro ser devagar e pouco tempo depois o contrato com o profissional foi desfeito. Segundo Bumlai, uma empreiteira foi contratada para fazer uma "obra de verdade". O objetivo da mulher de Lula era que as mudanças no local fossem feitas o mais rápido possível. Depois disso, ele alega não ter tido mais contatos com a obra.