Ricardo Barros, atual responsável pelo ministério da #Saúde do Governo Michel Temer, provocou uma polêmica depois que fez uma declaração a respeito da jornada de trabalho feminina. Isso porque o atual ministro disse na última quinta-feira (11), que os homens não conseguem cuidar da saúde, devido ao excesso de compromissos no trabalho. Claro que não iria agradar mesmo as mulheres esse tipo de declaração, mas o que ele não contava era que dentro de sua própria casa viriam as primeiras críticas.

A declaração do ministro aconteceu enquanto ele anunciava o projeto que criará um envolvimento maior do público masculino nos atendimentos realizados pela saúde pública.

Publicidade
Publicidade

Segundo o ministro da saúde, a população masculina vai menos ao médico pois os homens trabalham mais e na grande parte das famílias eles são os provedores e não tem tempo para buscar uma prevenção no que diz respeito a saúde. Ele disse também ser algo pouco habitual e isso necessita ser mudado.

A filha de Ricardo foi a primeira a se pronunciar em defesa das mulheres. Maria Victoria, que também é deputada estadual pelo partido progressista no estado do Paraná, criticou a afirmativa do seu pai. A jovem se pronunciou nesta quinta-feira (11) e disse que mulheres tem uma jornada dupla de trabalho e chegam a trabalhar no mínimo cinco horas a mais durante a semana.

Reação feminina

Maria Victoria nem esperou encontrar com seu pai pessoalmente para poder repreendê-lo, a puxada de orelha foi feita pela sua conta da rede social.

Publicidade

A reação da deputada veio por meio de um vídeo que ela postou a noite em seu Facebook. Na gravação ela não poupou o pai e foi dura em afirmar que não é necessário pesquisas para que provem que a mulherada trabalha muito e que o seu pai tem dois exemplos dentro de sua própria casa.

Isso porque a mãe de Maria Victoria, esposa do ministro é vice-governadora do estado paraense. De acordo com a jovem deputada, elas trabalham da mesma forma que ele. Afirmou ainda que além das mulheres cumprirem sua carga de trabalho e ainda precisam encarar a dura jornada doméstica, isso sem levar em conta quando se tem filhos pequenos. #sistema de saúde