A operação Lava Jato está investigando crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, envolvendo políticos e a Petrobras. Marcelo Odebrecht, um dos muitos réus investigados no casos, teve seus bens bloqueados, uma quantia que soma R$ 24 milhões.

Entre um dos bens que constam na lista de bloqueio está uma casa de R$ 8,6 milhões, que fica em um condomínio fechado, na cidade de São Paulo. É nessa casa onde, atualmente, vive a família de Odebrecht, e o imóvel não pode ser vendido.

Em novembro, a casa havia sido avaliada em R$ 6.061.599,97, mas, com a revisão do valores, em junho, essa passou para R$ 8.699.402,00. Além do imóvel, foram bloqueados outros bens, como sete carros, aplicações e saldos de contas correntes, que chegam ao valor de R$ 200 milhões.

Publicidade
Publicidade

O pedido de bloqueio de bens ocorreu em 6 de novembro de 2015, e foi feito pelo Ministério Público, porém, a decisão só foi tomada pelo juiz Sérgio Moro, em 14 de abril de 2016. Nessa data, o empresário e empreiteiro já havia sido condenado por 19 anos e 4 meses de prisão, porém, o bloqueio da casa com os outros bens foi anexado ao processo no começo de agosto. Para o juiz Moro, esse bloqueio se fez necessário para que os criminoso fosse privado do direito de usufruir de bens obtidos de forma ilícita.

Os crimes de Marcelo Odebrecht

Odebrecht foi condenado por associação criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção, sendo ele o responsável pelo pagamento de propinas na empresa que fazia parte. A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal, que informou que ele havia realizado 136 vezes o crime de lavagem de capital e 64 vezes o de conduta de corrupção ativa.

Publicidade

Ao bloquear os bens, o juiz Sérgio Moro informou que esse seria para o pagamento do reparo dos danos, sendo o dano mínimo de R$ 7.038.887.166,74. Já o valor referente aos seus crimes soma R$ 93.140.148.515,70.

Além dos valores já citados, existem também o pagamento das penas de multas que correspondem a R$ 1.303.200,00 cada. O valor total a ser pago pelas multas somam R$ 260.640.000,00. #Investigação Criminal #Casos de polícia #Polícia Federal