Nesta segunda-feira, 29, aconteceu o momento mais esperado da sessão do julgamento do #Impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), o que ela mesma esteve no Senado Federal para fazer sua defesa. Durante mais de 14 horas, a companheira política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou e respondeu às perguntas dos 46 Senadores inscritos e da advogada de acusação Janaína Paschoal. A petista teve direito a levar até 35 pessoas para acompanharem sua defesa. Um dos mais ilustres convidados foi o cantor de Música Popular Brasileira (MPB), Chico Buarque. Durante algumas das respostas, Rousseff chegou a fazer menções indiretas ao profissional da música, que nos últimos meses militou sem ganhar um centavo apoiando a permanência da petista no poder. 

Sempre muito discreto e dessa vez bem sonolento também, o famoso usou óculos escuros para esconder a cara de cansado e bocejou diversas vezes.

Publicidade
Publicidade

Ele, no entanto, não aguentou por muito tempo a sessão. Em um dos intervalos, ele disse que tudo estava muito chato, pois os Congressistas faziam perguntas parecidas o tempo todo. Na hora em que a coisa estava mais fria, Chico ficou de saco cheio e meteu o pé. O mais badalado convidado de Dilma saiu das galerias do Senado, de onde acompanhava as explicações da presidente e seu discurso de defesa ao lado do ex-presidente Lula.

Buarque chegou a irritar alguns jornalistas, pois não aceitou parar e responder os questionamentos da imprensa. Uma repórter, mais irritada, chegou a gritar ironicamente um "muito obrigado" (esse momento pode ser visto abaixo com um vídeo que mostra o exato instante em que Buarque vai pegar os elevadores do Senado para ir embora). O cantor no momento da saída Já não usava mais os óculos de sol.

Publicidade

A única coisa que ele disse foi que Dilma se saiu muito bem, mas não foi capaz de relatar se foi bem o "suficiente" para reverter o placar. 

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento em que o amigo de Dilma abandona o Senado Federal e chega a irritar muitos jornalistas por não responder nada a ninguém:

#Dilma Rousseff