Na manhã da última quarta-feira, 24 de agosto, um escândalo envolvendo o prefeito Vagner Sales, o chefe de gabinete do executivo em Cruzeiro do Sul, Mario Neto e um dirigente do #PSDB, Edson de Paula, tomou uma proporção ainda maior após divulgação do áudio, em que é oferecida uma quantia de R$ 5.000 para o candidato a vereador abandonar sua candidatura.

O vereador Clebson Freire afirma que recebeu uma proposta de emprego além dos R$ 5.000. É possível confirmar isso em áudio gravado por ele. O áudio foi feito na segunda-feira, 22 de agosto, e tem cerca de uma hora e meia de duração.

O portal de notícias do G1 afirmou ter entrado em contato com a prefeitura, que disse que vai se pronunciar através da procuradoria do município.

Publicidade
Publicidade

O advogado do chefe do gabinete afirma não ter nada a declarar até ter acesso ao inquérito, e que seu cliente não aparece no áudio.

Trechos do áudio

Num trecho do áudio é possível ouvir a voz do prefeito no momento em que faz a oferta oferecendo o dinheiro os R$ 5.000,00 e falando para que ele procure depois Ilderlei Cordeiro.

A segunda maior cidade do estado, possuí duas coligações a "Juntos por Cruzeiro" em que o #PMDB e o prefeito da cidade apoiam e a outra coligação, "Cruzeiro em Boas Mãos” em que é apoiada por Henrique Afonso (PSDB).

O candidato afirma ainda que chegaram quase ao fim da conversa Ilderlei Cordeiro e o filho do prefeito. O candidato ainda destacou que Edson, ofereceu um cargo de gerente em um posto de lavagem que ele a abriria e depois o prefeito ofereceu os R$ 5.000,00, por não gostar de corrupção então resolveu gravar o áudio.

Publicidade

O chefe de gabinete em Cruzeiro do Sul, Mário Neto continuará preso na Policia Federal, por ser suspeito pelo #Crime de corrupção ativa. Ele estaria pagando os candidatos do partido oposto para desistirem de suas candidaturas, na intenção de fortalecer a chapa “Juntos por Cruzeiro” de Iderlei que recebe o apoio do prefeito.

Edson Paula também esteve preso na Polícia Federal, pois é presidente do diretório do PSDB na cidade.

O esquema que foi bolado por eles para que a chapa “Cruzeiro em Boas Mãos” que é apoiada por Henrique Afonso do PSDB, ficasse enfraquecida, pois perderia muito de seus candidatos que passaria a apoiar a chapa de Iderlei, tornando mais fácil sua vitória nas eleições, relatou o denunciante o candidato a vereador Clebson Freire, autor da gravação do áudio.

As eleições vão se aproximando e não param de aparecer os escândalos que isso possa nos servir de reflexão na hora de escolher os candidatos, temos que estar atentos e vigilantes para que possamos fazer uma boa escolha.